Segunda-feira, 28 de Abril de 2014

MEIA MARATONA DE ALMADA

Quase terminados os festejos das Cem Corridas em Equipa os atletas das LEBRES E TARTARUGAS regressaram à competição a três, começando o ataque às duzentas provas. O ponto alto dos nossos festejos terá lugar num jantar em casa do nosso atleta internacional Carlos Teixeira no rescaldo da Corrida do 1º de Maio.

 

Em 2013 realizou-se a 1º edição da Meia Maratona de Almada. Foi uma novidade à qual aderiram não só os atletas locais mas também corredores oriundos de outras paragens. Passado um ano Almada volta a ter na estrada a sua Meia Maratona. Não há muitas provas com esta dimensão no concelho de Almada. E também é bom que muitos venham à “Margem Sul” testemunhar que aqui não é um deserto, como muito convictamente afirmava, há um bom par de anos, um ilustre ministro para argumentar que o Aeroporto em Alcochete não era uma boa opção. A sul de lisboa também há gentes simpáticas e que recebem bem quem os quer visitar e conviver com elas.

 

A edição deste ano contou com um percurso renovado, com início e fim junto ao Almada Fórum, novo “ex-libris” do concelho. Porventura este ano o traçado foi mais difícil do que em 2013, mas foi, de certeza, muito mais agradável. A primeira metade da corrida foi disputada em grande ritmo atendendo ao facto de ser maioritariamente a descer, terminando com a passagem pelo Arsenal do Alfeite e pelas antigas instalações da Lisnave bem juntinho ao Rio Tejo. Cumpridos cerca de dez quilómetros inicia-se a segunda etapa praticamente sempre a subir. Desde Cacilhas até passarmos por cima da Auto-Estrada do Sul, através da ponte do Metro Sul do Tejo, os atletas quase não têm descanso. O que nos valeu foi o grande apoio popular. As pessoas que nos acompanhavam ao longo de grande parte da corrida não regatearam incentivos aos atletas levando-os a superarem com maior facilidade os obstáculos que iam tendo pela frente. E também temos de enaltecer a excelência da organização. Abastecimentos não faltaram. A cada três ou quatro quilómetros de corrida tínhamos a possibilidade de repormos as nossas energias. Desde as simples e muito saudadas garrafinhas de água, até aos copos, para quem quis parar por breves instantes, de líquidos energéticos e às bananas, houve de tudo. O calor quase não se fez sentir.

 

Não é fácil criar um percurso de Meia Maratona sem fugir muito do perímetro citadino de Almada. Mas, sem “inventar” muitos troços aparentemente desinteressantes, a organização conseguiu uma prova equilibrada. Podia, talvez, evitar a volta ao parque de estacionamento junto à estação de comboios do Pragal e estender um pouco a corrida por dentro do maravilhoso Parque da Paz. São opções. Mas certamente são escolhas que a organização poderá utilizar para a edição de 2015. No final da corrida encontrámos um dos elementos da organização interessado em ouvir a nossa opinião sobre a prova. Esperemos que as sugestões e as críticas, positivas ou negativas, sejam tomadas em linha de conta. Verificámos que houve  um grande esforço quer para a presente edição quer para a preparação do futuro da Meia Maratona de Almada.

 

Como já referimos atrás esta foi uma Meia Maratona bastante dura, talvez só suplantada pela congénere de S. João das Lampas. Mas esperamos voltar em 2015.

 

Quanto ao desempenho dos atletas há os que se dão bem com o calor, os que se dão mal e os que "assim-assim". Por isso cada um comportou-se à altura dos seus objectivos e capacidade de adaptação ás condições meterológicas.

 

Transmitindo a opinião dos nossos atletas queremos deixar aqui uma palavra de agradecimento à nossa "treinadora/apoiante" Ana Luísa que, uma vez mais, e sempre que pode, marca presença nas nossas corridas. Também ela é já um elemento de corpo inteiro das LEBRES E TARTARUGAS como entusiástica "Caminheira" que complementa a nossa participação em qualquer evento.

 

Atletas que concluiram a prova: 625

Vencedor: NÉLSON CRUZ (Clube Pedro Pessoa Escola de Atletismo): 1:08:25

 

FREDERICO SOUSA  (Dorsal Nº650)

Classificação Geral: 576º - Classificação no Escalão Vet 4: 64º

Tempo Oficial: 2:15 :18/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 2:14:46

Tempo médio/Km: 6m:23s  <=> Velocidade média: 9,39Km/h (*)

 

CARLOS TEIXEIRA  (Dorsal Nº649)

Classificação Geral: 234º - Classificação no Escalão Vet 4: 28º

Tempo Oficial: 1:43:38/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 1:43:06

Tempo médio/Km: 4m:53s  <=> Velocidade média: 12,28Km/h (*)

 

CARLOS GONÇALVES (Dorsal Nº651)

Classificação Geral: 364º - Classificação no Escalão Vet 5: 22º

Tempo Oficial: 1:52:54/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 1:52:21

Tempo médio/Km: 5m:20s  <=> Velocidade média: 11,27Km/h (*)

 

(*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados (tempo do chip)

 

Corridas do Mês de Abril 

  • 6 - Trilhos do Almourol (Entroncamento) - 25/42 Km => Federico e Carlos Gonçalves
  • 6 - Corrida dos Sinos (Mafra) - 15 Km => Carlos Teixeira
  • 13 - Estafeta Cascais/Lisboa - 20 Km
  • 19 - BES Run Challenge (Sintra) - 10 Km
  • 27 - Meia Maratona de Almada - 21,0975 Km

Calendário para o Mês de Maio 

  • 1 - Corrida do 1º de Maio (Lisboa) - 15 Km
  • 11 - Trail Castelo de Abrantes - 35/40 Km => Frederico e Carlos Gonçalves
  • 11 - Meia Maratona de Setúbal - 21,0975 Km => Carlos Teixeira
  • 17 - Ultra Trail de S. Mamede (Portalegre) - 100 Km
  • 17 - BES Run Challenge (Costa de Caparica) - 10 Km => Carlos Teixeira e Frederico
  • 25 - Corrida do Guincho/Entre Serra e Mar - 12 Km

 

publicado por Carlos M Gonçalves às 23:34

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. CORRIDA DA ÁGUA

. MARATONA DO PORTO

. TRAIL DA REAL TAPADA

. CORRIDA DO MONTEPIO

. EDP Maratona de Lisboa

. Vodafone Meia Maratona de...

. Corrida ActivoBank/Clube ...

. CORRIDA FARMACÈUTICOS

. Corrida do Tejo – dez ano...

. CORRIDA DA LINHA

.arquivos

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

.links

.subscrever feeds