Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

CORRIDA CIDADE DE VENDAS NOVAS

Foi o regresso das LEBRES E TARTARUGAS à cidade de Vendas Novas. Num tempo em que a oferta era bastante mais reduzida, esta foi uma das corridas que fazia parte do nosso calendário incondicional. Logo no ano da nossa estreia, no já longínquo 2009, cumprimos um mês de Maio diabólico em que estivemos envolvidos todos os fins-de-semana em provas de atletismo:

  • 1 de Maio - Corrida do 1º de Maio (Lisboa)
  • 9 de Maio - Meia Maratona de Setúbal
  • 16 de Maio - Corrida Cidade de Vendas Novas
  • 23 de Maio - Meia Maratona dos Palácios (Sintra/Queluz)
  • 30 de Maio - 13 KM do Guincho - "Entre Serra e Mar"

 

Foi um tempo em que a nossa Paixão pelas Corridas começava a tomar conta das nossas vidas. Quantas mais melhor, sem olhar a qualquer preocupação em termos de desgaste físico.

 

Em 2010 regressámos a Vendas Novas para uma corrida que ficou marcada pelo som das “Vuvuzelas” usadas pelos apoiantes dos atletas, fenómeno marcado pela proximidade da realização do Campeonato do Mundo de Futebol na África do Sul. E houve ainda um outro episódio que não deixámos de recordar agora com alguma nostalgia e que envolveu um dos nossos atletas. Duas semanas antes, na Corrida do 1º de Maio, o Frederico tinha contraído uma lesão muscular que o obrigou a fazer parte do percurso dentro de uma ambulância. Ainda em fase de recuperação dessa maleita, no final da Corrida de Vendas Novas ressentiu-se do esforço apresentando algumas dores ao nível muscular. Os seus dois companheiros “obrigaram" o colega a entregar-se às mãos “milagrosas” de uma massagista disponibilizada pela organização.

 

A história das LEBRES E TARTARUGAS tem vindo a ser construída e enriquecida por episódios como este.

 

Regressámos em 2011 para a nossa última participação. Estávamos no início da crise económica que assolou o nosso País e que levou a cortes naquilo que fora considerado não essencial. E no meio desses cortes, por falta de apoios vitais para manter de pé este tipo de organizações, assistimos à suspensão de algumas provas mais emblemáticas, das quais destacamos a Corrida de Vendas Novas, .

 

Mas também começaram a aparecer como cogumelos novas corridas, um pouco por todo o lado, e que também quisemos experimentar. E assim aconteceu o nosso abandono a Vendas Novas.

 

Este ano o Frederico, numa fase de maior actividade desportiva, recuperou esta prova antiga e lançou o desafio aos seus dois “compagnons de route”. Além de repetirmos uma participação numa prova lendária descobrimos que mantinha o encanto de antes, muito particularmente no preço das inscrições. Numa fase em que a existência de alguma “liberalização” em termos de oferta de organizações de provas não conduziu a um natural decréscimo, ou pelo menos manutenção, dos preços reencontramos uma prova a cinco Euros que representa de cerca de metade, ou mesmo um terço, dos valores normais “de mercado”. Estranho, não é? Talvez o segredo resida na associação da EDP a este evento.

 

A uma hora pouco natural, dez e vinte da manhã, tinha início a corrida principal de dez quilómetros. Por isso foi com alguma calma que os dois atletas se encontraram no Centro Sul, em Almada, e encetaram a viagem até Vendas Novas. Sem pressas encontrámos facilmente lugar para o nosso carro e procedemos ao levantamento dos nossos dorsais, “chips” e restante “kit” do atleta.

IMG_20180520_094524.jpg

Apesar do céu se encontrar pintado com algumas núvens, o Frederico começava a ficar muito preocupado com o calor que poderia aparecer. E olhando em redor percebemos que os atletas para a corrida dos dez quilómetros não deveriam ultrapassar as três centenas. Na realidade foram perto de 400 mas, mesmo assim, longe dos 502 de 2010 e dos 581 de 2011.

 

À medida que nos aproximávamos da hora aumenta o movimento de atletas a realizarem os recomendados exercícios de aquecimento. Os dois Tartarugas resolveram, à sua maneira, fazer a preparação dos músculos e articulações. Preparámo-nos para a corrida sentados, ou deitados, na primeira sombra que encontrámos.

 

Estava feito o nosso “aquecimento” …

 

Há um terrível hábito dos Portugueses. As horas marcadas não são para se cumprirem. E, sem razão aparente, é às dez e vinte da manhã que se fazem os discursos de agradecimento aos participantes e a todos aqueles que ajudaram a colocar de pé esta prova. E com esta conversa partimos logo com três minutos de atraso. Sem comentários …

 

Vendas Novas é uma cidade plana, típica da orografia do Alentejo. Daí não se esperarem grandes dificuldades no percurso. Em vez de andarmos aos “ziguezagues”, e sem o recurso a um percurso em duas voltas como anteriormente, encontramos longas rectas que são essencialmente desgastantes ao nível psicológico. Assim cumprimos o primeiro quilómetro.

 

Entretanto descobre-se o Sol para gáudio de uns e desgraça de outros. Não se dando bem com o calor o Frederico teve uma quebra por volta do quarto quilómetro realizando, a partir desse ponto, uma corrida com algum esforço. O outro Tartaruga encontrou o seu “habitat” natural e, apesar de um início que parecia mais complicado, reencontrou um ritmo a que não tem estado habituado e conseguiu terminar em boas condições. Das lesões que o têm assolado praticamente não teve notícias. Mesmo assim os dois dignos representantes da LEBRES E TARTARUGAS conseguiram terminar a corrida abaixo de uma hora, o que é bom atendendo às suas actuais condições físicas.

 

Desde a Corrida do 1º de Maio que os nossos três fundadores não correm juntos. Quando se dará o reagrupamento das LEBRES E TARTARUGAS não o sabemos. O certo é que todos eles vão continuar em intensa actividade.

 

Atletas que concluiram a Prova: 380

Vencedor: HERMANO FERREIRA (SL Benfica): 0:31:05

 

FREDERICO SOUSA (Dorsal Nº 342) 

Classificação Geral: 345º - Classificação no Escalão M5054: 41º

Tempo Oficial: 0:59:54/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:59:43

Tempo médio/Km: 5m:58s  <=> Velocidade média: 10,05Km/h (*)

 

CARLOS GONÇALVES (Dorsal Nº 343) 

Classificação Geral: 318º - Classificação no Escalão M6064: ND 

Tempo Oficial: 0:56:53/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:56:41

Tempo médio/Km: 5m:40s  <=> Velocidade média: 10,59Km/h (*)

 

(*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados (tempo do chip)

 

Calendário do Mês de Maio

  • 1 - Corrida do 1º de Maio (Lisboa) - 15 Km
  • 6 - Meia Maratona de Setúbal - 21,0975 Km
  • 12 - Trilho das Lampas (S. João das Lampas) - 20 Km
  • 20 - Corrida de Vendas Novas - 10 Km
  • 27 - LX Trail Monsanto (Lisboa) - 23 Km
  • 27 - Corrida de Belém (Lisboa) - 10 Km
publicado por Carlos M Gonçalves às 00:39

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. CORRIDA DA LINHA

. São João das Lampas ou da...

. PALMELA RUN

. MARGINAL À NOITE

. CORRIDA DO ORIENTE

. CORRIDA DE BELÉM

. DIA DESPORTO ALLIANZ

. LX TRAIL MONSANTO

. CORRIDA CIDADE DE VENDAS ...

. TRILHO DAS LAMPAS

.arquivos

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

.links

.subscrever feeds