Segunda-feira, 8 de Outubro de 2012

CORRIDA DA ÁGUA

Na Corrida da Água, mais do que uma prova desportiva, pressupúnhamos que fosse feito o elogio a esse líquido cada vez mais escasso e tão importante para todos nós seres vivos, humanos, animais e plantas. E a organização previu, muito apropriadamente, a passagem dos atletas e caminheiros pelo Aqueduto das Águas Livres outrora principal fonte de abastecimento de água a Lisboa. E tanto a Partida como a Chegada tiveram como palco a extraodinária Serra de Monsanto, por muitos apelidada de pulmão da nossa capital. E como para manter este espectacular ecossistema é tão importante a água.

 

Mas a organização da Corrida da Água também fez questão de nos lembrar como este líquido é tão indispensável principalmente quando mais dele necessitamos. Não só foi reduzido o número de abastecimentos de Água a um único por volta dos cinco quilómetros mas também muitos dos corredores mais atrasados nem sequer tiveram direito a uma "minúscula" garrafinha de 20 cl de água. E à chegada manteve-se o racionamento. Com o saquinho de "prendas" juntamente com a publicidade a outros eventos da Xistarca apenas encontrámos uma escassa garrafa igual à que foi distribuída durante o abastecimento da corrida. Ainda reclamámos junto de elementos da organização que na Corrida da Água pouca água nos foi dda. A resposta foi pronta: "Ali mais à fente há um chafariz onde podem beber mais Água"...

 

Passando a abordagem mais ou menos humorística a esta lacuna só temos a dizer que estes incidentes foram simplesmente lamentáveis. Apesar de estarmos no Outono a temperatura ainda é alta. Compreendemos que os apoios escasseiam. Mas seria preferível cortarem nas "t-shirts" e nas medalhas e converterem esses "mimos" em água: um primeiro abastecimento por volta dos quatros quilómetros e um segundo reforço antes da subida da Rua de Campolide já seriam suficientes. E então no final já poderíamos ter direito a uma só garrafa. Fica aqui a sugestão.

 

Debruçemo-nos agora sobre o motivo que promoveu o encontro dos três TARTARUGAS neste primeiro Domingo de Outubro. Já tínhamos anteriormente participado na Corrida José Araújo que, tendo começado e terminado em Campolide, também nos tinha proporcionado a travessia do Aqueduto das Águas Livres. É sempre belo poder disfrutar de uma vista diferente sobre a cidade de Lisboa. A zona de desenvolvimento do percurso já era parcialmente conhecida por nós mas mesmo assim decidimo-nos por uma nova experiência.

 

Cedo o quanto baste lá nos encontrámos junto à linha de partida. Cumprido o ritual de levantamento dos dorsais, e feitos os necessários exercícios de aquecimento, procurámos por um bom local a aguardar o sinal de começo da prova, nem muito à frente nem muito atrás. Do gráfico altimétrico disponibilizado pela Xistarca facilmente constatámos que o grande desafio aconteceria entre os quilómetros sete e oito com a subida da Rua de Campolide. Seria o maior desnível que teríamos que vencer. A nosso boa/razoável forma permitiu-nos abordar a corrida com um ritmo bastante vivo. Dez quilómetros já não são um grande problema para estes altetas. E a maioria do percurso até era praticamente plano antevendo-se a realização de bons tempos. E a tão aguardada, e um pouco temida, subida até perto da zona de entrada no Aqueduto foi ultrapassada sem grandes problemas. Nada se compara à "parede" do Bairro da Serafina que ficou bem gravada na nossa memória da Corrida José Araújo. Atendendo ao perfil da corrida conseguimos realizar uma corrida ao nível das nossas provas rápidas na distância dos dez quilómetros.

 

Mais um fim de semana desportivo num mês de Outubro com todos os fins-de-semana preenchidos.

 

Atletas que concluiram a prova: 832

Vencedor: Virgílio Gomes (CR Leões de Porto Salvo): 0:33:07

 

FREDERICO SOUSA (Dorsal Nº410)

Classificação Geral: 669º - Classificação no Escalão M5054: 84º

Tempo Oficial: 0:59:56/Tempo Cronometrado Individualmente: 0:59:10

Tempo médio/Km: 5m:55s  <=> Velocidade média: 10,14Km/h (*)

 

CARLOS TEIXEIRA (Dorsal Nº411)

Classificação Geral: 325º - Classificação no Escalão M5054: 36º

Tempo Oficial: 0:49:09/Tempo Cronometrado Individualmente: 0:48:22

Tempo médio/Km: 4m:33s  <=> Velocidade média: 12,41Km/h (*)

 

CARLOS GONÇALVES  (Dorsal Nº412)

Classificação Geral: 199º - Classificação no Escalão M5559: 17º

Tempo Oficial: 1:42:40/Tempo Cronometrado Individualmente: 0:45:31

Tempo médio/Km: 4m:33s  <=> Velocidade média: 13,18Km/h (*)

MELHOR TEMPO INDIVIDUAL NA DISTÂNCIA DE DEZ QUILÓMETROS

 

(*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados individualmente

 

Calendário para o mês de Outubro

  • 7 - Corrida da Água (Lisboa/Monsanto) - 10 Km
  • 14 - Corrida do Sporting (Lisboa) - 10 Km
  • 21 - Corrida do Tejo (Oeiras) - 10 Km
  • 28 - Maratona do Porto - 42,195 Km
publicado por Carlos M Gonçalves às 23:05

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. TRAIL RUNNING DOS MOINHOS...

. MEIA MARATONA DE LISBOA 2...

. CORRIDA INTERNACIONAL DO ...

. PENINHA SKY RACE 2022

. CORRIDA DO FIM DA EUROPA

. GRANDE PRÉMIO DO NATAL

. OEIRAS TRAIL

. GRANDE PRÉMIO DO ATLÂNTIC...

. CICLISMO EM DOSE DUPLA

. CORRIDA DO 1º DE MAIO 202...

.arquivos

. Junho 2022

. Maio 2022

. Fevereiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Agosto 2021

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

.links

.subscrever feeds