Quinta-feira, 4 de Outubro de 2012

MEIA MARATONA DE PORTUGAL

Com a participação nesta já famosa Meia Maratona encerramos em beleza um muito preenchido mês de Setembro, desportivamente falando.

 

Todos os anos criticamos esta prova principalmente devido a dois factores. Por um lado o calor que normalmente se faz ainda sentir. Apesar de já termos entrado no Outono normalmente ainda cheira bastante a Verão pelo que costumamos apanhar com um Domingo bastante solarengo e, acima de tudo, quente e seco. Por outro a logística do transporte dos milhares de participantes até ao local da partida obriga-nos não só a chegar bem cedo à zona da Gare do Oriente mas também a uma grande "seca" com mais de uma hora e meia de espera em pleno tabuleiro da Ponte Vasco da Gama. Ao menos podemos disfrutar de uma vista pouco habitual quer do Rio Tejo quer da renovada zona oriental de Lisboa. Na vida temos de saber aproveitar ao máximo as oportunidades que nos aparecem.

 

Apesar de tudo este ano as coisas correram bem melhor do que estávamos à espera.

 

Em primeiro lugar as últimas semanas de Setembro foram consideravelmente mais frias, e até chuvosas, do que é habitual, indiciando que iríamos ter uma corrida bem mais agradável do que em anos anteriores. Todavia, bem em cima da data de realização da prova, eis que o tempo volta a aquecer significativamente lançando os maiores temores para o último Domingo de Setembro. Mas desta vez tivémos como aliada uma ligeira brisa refrescante durante praticamente toda a nossa corrida. Bem bom.

 

Em segundo lugar o tempo de espera pelo início da corrida custou menos a passar. A nossa experiência de anos anteriores ensinou-nos que não seria preciso madrugar e chegar bem cedo à Gare do Oriente. Às oito e trinta encontrámo-nos no local habitual, tendo tido o tempo necessário para arranjar um bom lugar de estacionamento para as nossas viaturas e ainda fugir das longas filas de espera para apanhar o autocarro que nos levaria até ao local da partida. E, coisa rara nos anos anteriores, até conseguimos lugares sentados no antigamente denominado "banco dos parolos", i.e., a última fila de bancos dos autocarros. Com esta nossa estratégia conseguimos reduzir significativamente o tempo de espera até que fosse dado o tiro de partida para a Meia Maratona.

 

Como sempre a animação foi grande e encontrámos algumas caras conhecidas no meio dos milhares de atletas portugueses e estrangeiros.

 

Às 10 e 30 começou mais uma Meia Maratona. De antemão esperávamos uma corrida bastante desgastante. E a experiência diz-nos que se queremos conseguir uma boa marca temos de começar logo no início a "dar corda aos sapatos". É preferível começar forte e abrandar ligeiramente lá mais para o meio da corrida do que começar devagar e tentar recuperar no final. Na realidade nunca conseguimos recuperar no fim aquilo que não fizémos no início.

Como partimos muito à frente não tivémos tantos dos habituais atropelos e empurrões que se verificam no início das corridas. À passagem de cada quilómetro começávamos a ficar surpreendidos positivamente com o nosso ritmo de corrida. Devorávamos os quilómetros quase sem dar por isso. E até a reentrada no Parque das Nações, normalmente muito traumática quando as forças começam a faltar, foi bem conseguida.

 

Com a passagem pelo quilómetro vinte verificámos, no cronómetro da corrida, que estávamos bem acima das nossas melhores expectactivas. Mesmo sem acelerar era suficiente manter o mesmo ritmo nos útimos mil metros para batermos os nossos próprios recordes quer nesta prova específica quer na distância da meia maratona. E, retirando a corrida de S. João das Lampas, esta tem sido habitualmente a nossa pior Meia Maratona. Mas, como não nos contentamos com pouco, ainda acelerámos na parte final dificultando, deste modo, a nossa próxima tentativa de quebrar mais um recorde.

 

Cruzada a meta verificámos que nem estávamos tão exaustos como seria de esperar. A nossa intensa preparação para a Maratona do Porto começa a dar resultados, bem melhores do que seria para nós previsível.

 

No próximo fim-de-semana aguarda-nos uma corrida bem mais simpática  e num percurso maioritariamende desconhecido para nós. Participaremos na Corrida da Água, em plena Serra do Monsanto, e com o sempre aliciante da passagem pelo Aqueduto das Águas Livres. Será, certamente, uma corrida para relaxar e disfrutar ao máximo do ambiente envolvente.

 

Atletas que concluiram a prova: 4894 (3344 em 2011)

Vencedor: Martin Lel (Quénia): 1:01:28)

 

CARLOS TEIXEIRA (Dorsal Nº5563)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Classificação Geral: 1665º - Classificação no Escalão M5054: 117º

Tempo Oficial: 1:51:35/Tempo Cronometrado Individualmente: 1:50:18

Tempo médio/Km: 5m:14s  <=> Velocidade média: 11,48Km/h (*)

MELHOR TEMPO INDIVIDUAL NA PROVA E NA DISTÂNCIA DA MEIA-MARATONA

 

CARLOS GONÇALVES  (Dorsal Nº4903)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Classificação Geral: 943º - Classificação no Escalão M5559: 37º

Tempo Oficial: 1:42:40/Tempo Cronometrado Individualmente: 1:41:23

Tempo médio/Km: 4m:48s  <=> Velocidade média: 12,49Km/h (*)

MELHOR TEMPO INDIVIDUAL NA PROVA E NA DISTÂNCIA DA MEIA-MARATONA

 

(*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados individualmente

 

 

Corridas do mês de Setembro

  • 2 - Corrida dos Moinhos de Penacova - 25 Km
  • 8 - Meia Maratona de S. João das Lampas - 21,0975 Km
  • 23 - Corrida do Destak (Carcavelos/Cascais) - 10 Km
  • 30 - Meia Maratona de Portugal (Ponte Vasco da Gama) - 21,0975 Km

 

Corridas para o mês de Outubro

  • 7 - Corrida da Água (Lisboa/Monsanto) - 10 Km
  • 14 - Corrida do Sporting (Lisboa) - 10 Km
  • 21 - Corrida do Tejo (Oeiras) - 10 Km
  • 28 - Maratona do Porto - 42,195 Km

 

publicado por Carlos M Gonçalves às 00:51

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. GRANDE PRÉMIO DO NATAL

. OEIRAS TRAIL

. GRANDE PRÉMIO DO ATLÂNTIC...

. CICLISMO EM DOSE DUPLA

. CORRIDA DO 1º DE MAIO 202...

. UM ADVERSÁRIO ESCONDIDO

. CORRIDA DOS SALESIANOS

. CORRIDA DAS LEZÍRIAS

. GRANDE PRÉMIO DO ATLÂNTIC...

. MEIA MARATONA DE CASCAIS

.arquivos

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Agosto 2021

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

.links

.subscrever feeds