Terça-feira, 6 de Setembro de 2011

4ª CORRIDA DOS MOINHOS DE PENACOVA

O nosso lema "Não ficar em primeiro nem em último para não dar nas vistas" encontrava-se seriamente ameaçado à partida para a nossa repetição na Corrida dos Moinhos de Penacova. Um dos altetas chegou mesmo a pedir autorização aos restantes TARTARUGAS para ficar em último. Este facto reflecte  talvez a deficiente, ou mesmo nula, preparação durante o período de férias. E consciente da sua forma física e psíquica daí o desafio do nosso colega.

 

Mas como "a sorte protege os audazes" ainda não foi desta que quebrámos o nosso lema. Foi mesmo por pouco ...

 

As corridas de montanha têm um encanto especial. Longe do asfalto, mais propício à velocidade, como conversava um dos nossos TARTARUGAS com uma outra atleta que o tinha acompanhado praticamente durante toda a corrida, estas provas apesar de mais exigentes do ponto de vista físico, são sem dúvida mais relaxantes no aspecto psicológico. Libertam-nos. Mas encerram outro tipo de riscos. O número de participantes é francamente inferior ao das chamadas provas populares em estrada. E os atletas presentes apresentam-se invariavelmente numa forma largos degraus acima ao que encontramos nas outras corridas. Aqui não há grande margem. Se nos descuidamos aproximamo-nos perigosamente dos últimos lugares. Mas este é o nosso desafio.

 

A Corrida dos Moinhos de Penacova é já um mito e uma referência. Com um percurso ligeiramente diferente do de 2010, foi uma prova ainda mais estimulante. Com a partida na praia do Reconquilho, os atletas atrevessam o rio através da ponte madeira e dão logo início a um subida pura e dura. Vários foram aqueles que ali logo abandonam o passo de corrida e optam por caminhar numa lógica de poupar algumas energias que poderiam vir a ser necessárias numa fase mais adiantada da corrida. Atingido o centro de Penacova retomamos o percurso do ano passado. As mesmas dificuldades mas com a vantagem de agora já não ser completamente estranho.

 

Após ultrapassarmos o ponto mais alto junto aos moinhos iniciámos a descida vertiginosa também ela com um traçado ligeiramente alterado. Os lugares foram-se definindo logo no início. Depois a prioridade é mais manter as nossas posições.

 

O regresso a Penacova coloca-nos o último grande obstáculo: as escadas que nos levam ao centro da vila. Tentar ultrapassar aquele desnível sempre a correr e sem qualquer paragem é o desafio supremo principalmente quando as forças já não abundam. Mas despois é sempre a descer. Quando revemos o rio "fazemos das fraquezas forças". Já falta pouco. É a última aceleração. Mas atenção que as últimas dezenas de metros são em areia. Difícil, muito difícil.

 

Mas ainda houve energias para um mergulho no rio. Retemperador.

 

Uma certeza ficou nas nossas cabeças. Para o ano estaremos de volta. As provas de montanha são o nosso futuro.Para quem participou esporadicamente em 2010 na primeira corrida deste circuito estaria certamente longe que em 2011 iria marcar presença em quatro provas.

 

Outra grande vantagem deste circuito é que há espaço para tudo. Não faltam lugares para estacionamento, temos tempo para um bom aquecimento, e no final ainda nos oferecem um apetitoso almoço. É o paraíso.

 

Atletas que concluiram a prova: 114 (88 em 2010)

Vencedor: Alberto Almeida (3 Santos Populares) - Tempo Oficial: 0:54:19

 

FREDERICO SOUSA(Dorsal Nº 43)

Classificação Geral: 113º - Classificação no Escalão M45:  18º

Tempo Oficial: 1:48:27/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 1:48:18

Tempo médio/Km: 7m:47s  <=> Velocidade média:7,70Km/h (*)

 

CARLOS TEIXEIRA (Dorsal Nº 41)

Classificação Geral: 108º - Classificação no Escalão M50: 11º

Tempo Oficial: 1:41:42/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 1:41:33

Tempo médio/Km: 7m:18s  <=> Velocidade média: 8,21Km/h (*)

 

CARLOS GONÇALVES (Dorsal Nº 42)

Classificação Geral: 100º - Classificação no Escalão M55: 15º

Tempo Oficial: 1:35:26/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 1:35:18

Tempo médio/Km: 6m:51s  <=> Velocidade média: 8,75Km/h (*)

 

(*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados (tempo do chip)

 

Calendário para o mês de Setembro

 

  • 4 - 4ª Corrida dos Moinhos de Penacova - 13,9 Km
  • 10 - 35ª Meia Maratona de S.João das Lampas - 21,0975 Km
  • 18 - 4ª Corrida da Linha - Destak (Cascais) - 10 Km
  • 25 - Meia Maratona de Portugal (Ponte Vasco da Gama) - 21,0975 Km

 

publicado por Carlos M Gonçalves às 00:08

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

.posts recentes

. CICLISMO EM DOSE DUPLA

. CORRIDA DO 1º DE MAIO 202...

. UM ADVERSÁRIO ESCONDIDO

. CORRIDA DOS SALESIANOS

. CORRIDA DAS LEZÍRIAS

. GRANDE PRÉMIO DO ATLÂNTIC...

. MEIA MARATONA DE CASCAIS

. CORRIDA DO FIM DA EUROPA

. SÃO SILVESTRE LISBOA

. SÃO SILVESTRE BAÍA DO SEI...

.arquivos

. Agosto 2021

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

.links

.subscrever feeds