Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2024

GRANDE PRÉMIO DO ATLÂNTICO

Se quisermos encontrar uma Corrida boa para bater recordes na distância de dez quilómetros o Grande Prémio do Atlântico é, sem dúvida, uma das que nos vem à memória. Com um percurso praticamente todo ele plano e um bom piso temos reunidas as condições para melhorarmos os nossos tempos na distância da légua. Só mesmo os últimos dois quilómetros, com areia à mistura, é que se revelaram o maior obstáculo para todos os atletas.

 

E se juntarmos ainda um domingo bastante solarengo a chamar pela Primavera que se deve apresentar a pouco mais de um mês então podemos dizer que estivemos perto da perfeição neste penúltimo Domingo de Fevereiro. E longe estão as edições que nos presentearam com chuva e vento forte que abalou fortemente o desempenho dos muitos atletas que, uma vez por ano, vêm visitar a Costa da Caparica, não para ir à Praia, mas para praticar um dos seus desportos favoritos.

 

A edição deste ano foi uma das mais concorridas com 1128 atletas a concluírem a prova principal com carácter competitivo.

 

O tempo quase primaveril chamou muitas pessoas, provavelmente muitos deles provenientes de Lisboa, para um passeio no Paredão da Costa da Caparica. Tendo como pano de fundo o Oceano Atlântico alguns surfistas abalançavam-se a tentar escalar algumas ondas, se bem que o Mar estivesse bastante agitado e com ondas muito desordenadas. E, em alternativa, sempre havia a possibilidade de dar uns toques de bola à beira-mar se bem que o espaço entre o mar e o paredão seja bem menor do que noutros tempos. Mas é sempre uma boa oportunidade para gozar o ar livre e despoluído.

 

A equipa das LEBRES E TARTARUGAS voltou a marcar presença, mas numa versão mais encolhida. Só os dois Carlos – Teixeira e Gonçalves – é que se decidiram inscrever no Grande Prémio do Atlântico que, uma vez mais, se realiza nesta pacata localidade, agora já Cidade, eque se tem assumido como a grande alternativa de Praias para quem vive dos dois lados do Tejo. Na realidade já assim é há muitos anos quando a Costa da Caparica era o local onde alguma classe média lisboeta tinha escolhido para fins de semana de repouso. Ainda existem muitas das vivendas que na década de sessenta e setenta do século vinte se assumiam como o refúgio perfeito para recuperar energias.

 

Estamos numa fase em que somos mais criteriosos na escolha das provas em que iremos participar. Já não vamos a todas. Temos de preservar a nossa integridade física para podermos continuar a praticar um dos nossos desportos de eleição durante muitos e bons anos.

 

Algumas provas estão num cantinho particular e o Grande Prémio do Atlântico é uma delas. Qual virá a seguir ainda não sabemos.

 

O certo é que conseguimos uma boa performance com os nossos dois atletas a concluírem a prova em menos de uma hora. Nada mau, o que nos deixa bastante satisfeitos com o nosso desempenho.

 

Para manter a tradição só faltou a fotografia dos atletas.

 

Aguardamos o regresso do nosso atleta fundador Frederico Sousa assim que as suas lesões estejam curadas.

(Crónica de Carlos Gonçalves]

publicado por Carlos M Gonçalves às 09:02

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 5 de Fevereiro de 2024

CORRIDA DO FIM DA EUROPA

Foi com uma equipa em versão “light” que as LEBRES E TARTARUGAS se fizeram representar numa das mais famosas e concorridas corridas que se realizam em Portugal. Normalmente a Corrida do Fim da Europa regista a adesão do nosso grupo mais avançado na idade e que teima em não perder aquela que é considerada como uma das mais belas corridas do Mundo.


Este ano tivemos a baixa do Carlos Teixeira que esteve envolvido num campeonato de Badminton, modalidade à qual regressou após alguns anos de retirada do mundo da competição. Não tendo comparecido em Sintra esteve, pelo menos, a praticar desporto.

 

Quanto ao Frederico a sua ausência foi motivada por uma gripe que lhe deu alguma febre e o impediu de se juntar aos colegas.

 

Assim o João Valério e o Carlos Gonçalves fizeram as honras da casa.Fim da Europa.jpgO ponto de encontro foi no local habitual no topo da escadaria de acesso ao Parque de Estacionamento nas imediações do Museu Anjos  Teixeira.

 

Contrariando as previsões meteorológicas, e as temperaturas que se sentiram nos últimos dias, a manhã apresentava-se muito fria com um vento cortante que não nos dava algum descanso. Mas nada a que não estejamos habituados. Estranho era estar calor, o que já aconteceu num passado recente.

 

A Corrida do Fim da Europa obriga a uma logística complexa pois temos de assegurar o nosso transporte no final da prova. Ou deixamos de véspera um carro perto do local da meta ou optamos por nos inscrevermos no transporte disponibilizado pela organização que transporta os atletas desde o Cabo da Roca até Sintra. Não é certamente a melhor solução dado que o transporte só começa depois das treze horas quando a esmagadora maioria dos atletas já concluiu a sua prova.

 

Normalmente optamos pela hipótese de deixar um carro na localidade da Azóia. Esta é provavelmente a melhor escolha. Os cerca de dois quilómetros e meio desde o Cabo da Roca até à Azóia serve como recuperação activa dos atletas e tem ainda a vantagem de fugirmos à confusão normalmente instalada na zona da Meta.

 

Este ano optámos por inscrevermos um dos nossos atletas no transporte entre Azóia e o local de início da Corrida. Foi uma solução que se veio a revelar como eficaz. No entanto deparámo-nos com um problema de última hora. Como o nosso colega Carlos Gonçalves mora na Margem Sul teve de fazer uma viagem inesperadamente maior devido ao encerramento da Ponte 25 de Abril durante a noite de Sábado para Domingo para obras de manutenção. Assim teve de fazer uns quilómetros a mais, essencialmente o dobro, para atravessar o Rio Tejo na Ponte Vasco da Gama e, depois, andar para trás para apanhar a A5 de  Lisboa até Cascais e depois seguir até à Malveira da Serra antes de virar para o Parque de Estacionamento na Azóia.

 

Havia um última opção que consistia em, no final da prova, fazer o percurso inverso desde o Cabo da Roca até Sintra. Esta opção é de longe a mais complicada tendo em consideração os cerca de 17 quilómetros que os atletas já tinham nas pernas. Foi uma solução que o Carlos Gonçalves adoptou anos atrás mas que não é muito aconselhável. Mas fica senpre como uma opção de reserva.

 

A Corrida do FIm da Europa manteve-se fiel ao traçado habitual o qual já não reserva surpresas para os "habituées". Nem mesmo o obstáculo dos dez quilómetros nos causa os mesmos temores de antigamente.

 

E para aumentar a nosso satisfação de dever cumprido ainda conseguimos realizar a nossa boa acção do dia ao “socorrermos" uma atleta que procurava por uma boleia até à Estação de Combóios de Sintra, local onde o João Valério tinha deixado o carro. E mesmo que o local fosse outro não iríamos deixar aquela atleta sozinha no Cabo da Roca à espera de uma hipotética vaga do autocarro de regresso a Sintra.

 

Deixados os dois atletas entregues a si próprios tinha ainda pela frente uma viagem uma viagem de regresso um pouco mais extensa do que o habitual. Os meus Filhos e os meu Netos aguardavam por mim em casa do Gonçalo e da Loubna para um almoço em família.

 

E agora só nos resta aguardar pela abertura das inscrições para a Corrida do Fim da Europa de 2025, talvez até com novos participantes das LEBRES E TARTARUGAS.

[Crónica de Carlos Gonçalves]

 

 

publicado por Carlos M Gonçalves às 21:53

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. CORRIDA DO 1º DE MAIO

. GRANDE PRÉMIO DO ATLÂNTIC...

. CORRIDA DO FIM DA EUROPA

. CORRIDA SÃO SILVESTRE DE ...

. CORK TRAIL 2023

. CORRIDA DA ÁGUA

. OEIRAS TRAIL 2023

. SINTRA TRAIL MONTE DA LUA

. MARATONA DE LISBOA

. MEIA MARATONA DE S. JOÃO ...

.arquivos

. Maio 2024

. Fevereiro 2024

. Janeiro 2024

. Dezembro 2023

. Novembro 2023

. Outubro 2023

. Setembro 2023

. Junho 2023

. Maio 2023

. Março 2023

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Fevereiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Agosto 2021

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

.links

.subscrever feeds