Terça-feira, 30 de Maio de 2023

LISBOA GREEN TRAIL

Na ressaca da Festa da conquista do 38º título de Campeão Nacional de Futebol pelo meu Benfica apresentei-me na Alameda Keil do Amaral, na Serra de Monsanto, para cumprir mais uma edição do Lisboa Green Trail.  Desta vez a camisola oficial das LEBRES E TARTARUGAS foi substituída pela do clube do meu coração. As emoções da véspera foram de tal modo fortes que decidi fazer a minha homenagem ao meu clube, depois de ter estado no Estádio da Luz a torcer e a comemorar um título que nos escapava há quatro anos.

Lisboa Trail.jpg

 

Que me desculpem os meus colegas de equipa. Mas como também estava sozinho considero que não fiz uma grande ofensa às Lebres e Tartarugas.

 

O resultado da véspera contribuiu, de sobremaneira, para me apresentar de peito cheio. Nem quero imaginar qual seria o meu estado de espírito se, por qualquer ironia do destino, o SLB visse escapar no último jogo do campeonato um título que tanto ambicionava.

 

A Serra de Monsanto tem vindo nos últimos anos a ocupar um espaço de eleição para os amantes do desporto, sejam as corridas de Trail, as Caminhadas ou o BTT.

 

O aparecimento de provas competitivas na variante de todo-o-terreno tem contribuído para que seja dado a conhecer uma miríade de trilhos outrora desconhecidos seja para a maioria dos Lisboetas seja para os habitantes dos arredores da Capital.

 

A Serra de Monsanto dá-nos um pouco de tudo o que os atletas de “Trail” mais gostam.

 

A Werun, organizadora do Lisboa Green Trail, esteve, uma vez mais, à altura das expectativas. Quase que me apetece dizer que foi uma prova cinco estrelas. A dificuldade do percurso, e refiro-me apenas ao “Trail Longo” que foi aquele em que participei, foi digna de uma prova desta categoria.

 

A diversidade de cenários contribuiu para que o Lisboa Green Trail fosse um êxito contribuindo para que as expectativas dos atletas fossem amplamente cumpridas.

 

Após a Partida no anfiteatro Keil do Amaral mergulhamos de imediato no paraíso da Serra de Monsanto.

 

São cada vez menos os trilhos completamente desconhecidos. E facilmente constatamos que partilhamos os trilhos da Serra de Monsanto com a classe dos amantes do BTT. Este é, cada vez mais, um dos seus “Santuários”. Existe um estado de boa convivência entre todos.

 

Um dos pontos mais interessantes do percurso culminou com a dupla passagem pelo Aqueduto das Águas Livres. A meio da travessia invertemos a marcha passando pelo interior do próprio aqueduto e atravessando a conduta de água que, nos seus primórdios, fazia o abastecimento a Lisboa.

 

O percurso do Lisboa Green Trail é um misto dos vários trilhos existentes na Serra de Monsanto. Ao longo da corrida vamos identificando as setas das diferentes rotas existentes e que fazem as delícias principalmente dos Caminheiros.

 

Um pormenor sempre demasiadamente importante, mas às vezes desprezado, é o da sinalização do percurso. Os atletas querem abraçar a prova, mas sem se perderem. E neste aspecto a organização esteve à altura. Quando não se vislumbrava qualquer fita bastava olhar para o chão e lá encontrávamos pedras ou raízes pintadas de um laranja bem visível. Se estas marcas não existiam só tínhamos de levantar a cabeça e procurar alguma fita sinalizadora da Werun indicando-nos que não estávamos perdidos e qual o caminho a seguir. Gratificante.

 

Podíamos ficar aqui a enaltecer o encanto da Serra de Monsanto. Mas o melhor mesmo é dedicarmos algumas horas de um fim de semana de descanso a percorrer algumas das várias rotas existentes. E a Serra de Monsanto tem sempre alguma surpresa à nossa espera.

 

Foi mais um “trail” com a presença de atletas das LEBRES E TARTARUGAS. E que se mantenha por muitos anos.

 

Já depois de terminada a minha participação vim a saber que um outro atleta das LEBRES E TARTARUGAS tinha participado na Corrida de Belém. Longe dos trilhos o Carlos Teixeira deu preferência a uma prova de estrada com o aliciante de começar e terminar na Pista de Atletismo do "velhinho", mas encantador, Estádio do Restelo.

[Crónica de Carlos Gonçalves]

publicado por Carlos M Gonçalves às 23:26

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 8 de Maio de 2023

CORRIDA DO 1º DE MAIO

Mais uma Corrida do 1º de Maio. Igual como sempre, bela como nunca. Provavelmente a mais bonita corrida de 15 Km.

 

LEBRES E TARTARUGAS sempre presentes.

 

Desde 2010, ano da nossa primeira participação, que os elementos da nossa equipa têm contribuído para o colorido e para a grande adesão à Corrida evocativa do Dia Mundial dos Trabalhadores.

 

Tal como aconteceu com todas as manifestações de índole desportiva durante a pandemia, a CGTP viu-se forçada a suspender as edições de 2020 e 2021. Pelo meio ainda realizámos uma Corrida do 1º de Maio “virtual” com seis dos nossos atletas a participarem, separadamente, cada um em seu local.

 

Mas logo que foi possível a Corrida do 1º de Maio foi reactivada. Temia-se que a paragem forçada levasse a que, como em outras situações, esta prova fosse suspensa durante um tempo indeterminado. Mas, felizmente, que isso não aconteceu.

 

A Corrida do 1º de Maio já não é o que era quando assistíamos a uma grande adesão de atletas estrangeiros. Mas os Portugueses, pelo menos os mais indefectíveis, continuam a fazer de questão de se associarem a uma prova que, apesar de ter uma carga política importante como a celebração do Dia do Trabalhador e o facto de ser organizada por uma Central  Sindical umbilicalmente ligada ao Partido Comunista Português, não deixa de ter algum encanto e alguma pureza principalmente numa época em que este Partido tem cada vez menor importância e representatividade no espectro político português. Para os atletas a política está relegada para segundo plano. A tradição ainda é o que era. Ainda podemos sonhar.

“E o sonho comanda a vida”.

[Crónica de Carlos Gonçalves]

publicado por Carlos M Gonçalves às 22:30

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. CORRIDA DO 1º DE MAIO

. GRANDE PRÉMIO DO ATLÂNTIC...

. CORRIDA DO FIM DA EUROPA

. CORRIDA SÃO SILVESTRE DE ...

. CORK TRAIL 2023

. CORRIDA DA ÁGUA

. OEIRAS TRAIL 2023

. SINTRA TRAIL MONTE DA LUA

. MARATONA DE LISBOA

. MEIA MARATONA DE S. JOÃO ...

.arquivos

. Maio 2024

. Fevereiro 2024

. Janeiro 2024

. Dezembro 2023

. Novembro 2023

. Outubro 2023

. Setembro 2023

. Junho 2023

. Maio 2023

. Março 2023

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Fevereiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Agosto 2021

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

.links

.subscrever feeds