Segunda-feira, 30 de Outubro de 2017

20 KMS DE ALMEIRIM

PROVA A REPETIR

 

Pelo 2º ano consecutivo participei nesta prova que já vai na 31ª Edição.

IMG_2738.jpg

 

Trata-se de uma prova com grande tradição no calendário de provas de atletismo que se organizam em Portugal.

 

A uma semana da Maratona do Porto esta prova sendo mais ou menos metade da distância constitui um excelente treino de preparação para o próximo fim de semana.

 

Em menos de 1 hora cheguei a Almeirim a tempo de levantar os dorsais e de fazer o aquecimento necessário para umas pernas algo desgastadas neste momento da época.

 

O percurso sofreu alterações em relação ao ano anterior em vez da ligação Almeirim/Alpiarça fomos na direção de Santarém. Na minha opinião o percurso anterior era mais bonito, o deste ano teve o atrativo de atravessarmos a ponte que liga Almeirim a Santarém com um cumprimento de 1,3 Km.

 

No que se refere a dificuldades os dois percursos são similares no caso de ontem a principal dificuldade foi o calor que se fez sentir completamente fora de época.

 

A organização da prova foi excelente, muita animação no centro de Almeirim no antes, no durante e no pós-corrida, um local bonito e carismático.

 

Fiz uma corrida certinha sem grandes oscilações 50m30s nos primeiros 10KM e 51m14s nos segundos 10 KM acautelando o físico para o Porto, apesar disso fiz menos 9 segundos que em 2016.

 

Espero que esta prova se mantenha por muitos anos com a qualidade que constatei nestes 2 anos em que participei e enquanto tiver pernas não vou falhar a minha presença.

 

O prémio de participação é original face à habitual medalha das restantes corridas.

IMG_2759.jpg

IMG_2757.jpg

 

Sendo uma zona gastronómica de excelência a seguir à corrida ainda houve tempo para saborear a famosa sopa da pedra!!!

[Crónica de Carlos Teixeira]

 

Atletas que concluiram a prova: 794

Vencedor: ANDRÉ COSTA (AVG) 1:05:24

 

CARLOS TEIXEIRA (Dorsal Nº 509) 

Classificação Geral: 418º - Classificação no Escalão M55: 21º

Tempo Oficial: 1:42:09/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 1:41:44

Tempo médio/Km: 5:05s  <=> Velocidade média: 11,80Km/h (*)

 

 (*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados (tempo do chip)

 

Corridas do Mês de Outubro

  • 15 - Maratona de Lisboa (Cascais/Lisboa) - 42,195 Km
  • 22 - Corrida do Montepio (Lisboa) - 10 Km
  • 29 - 20 Kms de Almeirim
publicado por Carlos M Gonçalves às 21:47

link do post | comentar | favorito
Sábado, 28 de Outubro de 2017

CORRIDA DO MONTEPIO

Correr por uma Causa

 

Realizou-se no passado fim de semana a 5ª edição da Corrida do Montepio Geral como sempre a mesma teve por finalidade juntar o prazer de correr com o apoio a uma causa.

 

Este ano o valor das inscrições 43.000 € reverteu a favor da Associação dos Deficientes das Forças Armadas.

 

Esta é mais uma prova em que os Lebres e Tartarugas são totalistas desta vez a representação este a cargo de : Frederico Sousa, Carlos Teixeira e o seu filho André Catela.

 

Os três tartarugas encontraram-se na estação do Rossio e de seguida cada um deslocou-se para os respetivos locais de partida, sub-50 (Carlos), Sub-60 (Fred) e mais de 60 (André).

 

A partida teve lugar no Rossio completamente inundada de T-Shirts laranja como já é hábito nesta corrida e foi dada por vagas com intervalos de 5 minutos.

 

O percurso foi igual ao dos anos anteriores, partida no Rossio, Rua do Ouro, Cais Sodré, Avenida da India, Avenida 24 de Julho, retorno junto ao Centro de Congressos de Lisboa, e chegada à Praça do Comércio.

 

Repetiu-se a bonita chegada ao Terreiro do Paço já utilizada noutras provas com a passagem prévia pelo arco da Rua Augusta.

 

Os três atletas chegaram em boas condições físicas e dentro dos objetivos previstos para esta prova.

 

Terminaram esta edição da Corrida do Montepio Geral 4.205 atletas.

 

[Crónica de Carlos Teixeira]

 

Nesta prova participou ainda um quarto tartaruga sem que os outros três elementos da nossa equipa ou soubessem.

 

O Pedro Antunes manteve uma tradição de há alguns anos tendo-se inscrito, juntamente com outros amigos, nesta Corrida Solidária.Trocaram o sossego do lar por um pouco de exercício físico ao ar livre aproveitando ao máximo uma bela manhã de Outubro, solarenga e com uma temperatura amena, a lembrar um Verão que teima e tarda em não nos largar. Não é que estejamos contra essa bela Estação do Ano mas os incêndios e a seca quase extrema já nos fazem suspirar por temperaturas mais baixas e, acima de tudo, pela chuva que parece que nos voltou as costas. A continuarmos assim qualquer dia metade do nosso território transforma-se num deserto com impacto bastante negativo na economia e, sobretudo, na qualidade de vida dos habitantes destas zonas mais afectadas.

 

Embora sem estar inscrito oficialmente pela nossa equipa o Pedro vestiu "orgulhosamente" a camisola das LEBRES E TARTARUGAS contribuindo para divulgação das nossas cores nas corridas em que participa.

 

Terminou a prova dentro das suas aspirações Mais do que conseguir uma boa marca, interessava-lhe manter uma boa forma física. E essa aposta foi uma vez mais ganha, a avaliar pelo seu semblante quando faltavam poucas centenas de metros para terminar a sua prova.

IMG_1466.JPG

 [Texto adicional de Carlos Gonçalves]

 

Atletas que concluiram a prova: 4205

Vencedor: HUGO GANCHAS (Individual) 0:31:32

 

CARLOS TEIXEIRA (Dorsal Nº 2156) 

Classificação Geral: 1100º - Classificação no Escalão V55: 57º

Tempo Oficial: 0:48:35/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:47:50

Tempo médio/Km: 4:47s  <=> Velocidade média: 12,54Km/h (*)

 

FREDERICO SOUSA (Dorsal Nº 2157) 

Classificação Geral: 3041º - Classificação no Escalão V50: 281º

Tempo Oficial: 1:00:41/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:59:57

Tempo médio/Km: 6:00s  <=> Velocidade média: 10,01Km/h (*)

 

ANDRÉ CATELA (Dorsal Nº 2158) 

Classificação Geral: 2003º - Classificação no Escalão SEN: 354º

Tempo Oficial: 0:54:03/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:53:35

Tempo médio/Km: 5:22s  <=> Velocidade média: 11,20Km/h (*)

 

PEDRO ANTUNES (Dorsal Nº 2309) 

Classificação Geral: 3738º - Classificação no Escalão SEN: 555º

Tempo Oficial: 1:09:06/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 1:08:26

Tempo médio/Km: 6:51s  <=> Velocidade média: 8,77Km/h (*)

 

(*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados (tempo do chip)

 

Corridas do Mês de Outubro

  • 15 - Maratona de Lisboa (Cascais/Lisboa) - 42,195 Km
  • 22 - Corrida do Montepio (Lisboa) - 10 Km
  • 29 - 20 Kms de Almeirim
publicado por Carlos M Gonçalves às 20:27

link do post | comentar | favorito
Domingo, 22 de Outubro de 2017

MARATONA DE LISBOA

Após 57 sessões de treino as expetativas eram grandes no sentido de realizar uma maratona tranquila e sem problemas, o novo percurso era também um grande atrativo, apenas o calor que se previa constituía um obstáculo duro a ultrapassar.

 

É curioso que das 11 maratonas que completei 50% das mesmas tenham sido percorridas em dias de calor por vezes até algo anormal para a época do ano como foi o calor que se fez sentir na Maratona do Porto em 2015 em pleno Novembro.

 

Com as alterações climáticas não era de começar a repensar as datas das maratonas de Lisboa e Porto, para Dezembro, Janeiro ou Fevereiro?

 

No metro quando regressava a casa um colega de corridas que fez a meia maratona contou-me que às 10h30m hora da partida daquela prova já suava abundantemente em cima da Ponte Vasco da Gama, não será de rever?, mais que um negócio em que se está a tornar as provas de atletismo devem  ser organizadas tendo em conta a saúde dos seus participantes. É claro que as organizações não podem prever as condições meteorológicas nem têm culpa das mesmas, mas no caso das meias-maratonas da Ponte Vasco da Gama e maratonas Rock n Roll, o calor tem sido um fator sempre presente na maioria destas corridas.

 

Voltando à prova, antes da partida o speaker referiu um novo record mais de 6.000 participantes, com um número elevadíssimo de atletas estrangeiros, no primeiro Km mal se podia correr face à densidade de corredores, para mim logo nos primeiros metros um grande momento em plena subida olhei para o lado direito e na varanda de sua casa lá estava a minha mãe a ver a partida, como sempre fazendo questão em participar em todos os momentos importantes da família.

 

Não podia também deixar de referir a ausência do meu companheiro habitual das Maratonas o Carlos Gonçalves a tentar ultrapassar a sua arreliadora lesão no joelho, como foi diferente para mim os momentos que antecederam a partida, era minha intenção dedicar-lhe a minha performance nesta maratona mas ela foi tão má que até podia parecer mal, face ao valor do nosso Carlos.

 

Os primeiros 10km foram passados muito bem apesar do tempo algo abafado, atenuado aqui e ali com algum vento, ao passar na marca daquela distância verifiquei que tinham passado 54 minutos, o que estava dentro daquilo que eu tinha traçado para a prova. Nos 10 para os 20 Km mantive um andamento regular e completei-os também sensivelmente dentro do tempo em que fiz os primeiros 10, mas tive os primeiros sinais de que a segunda parte da maratona não ia correr bem, na subida para  São João do Estoril senti que o tendão do meu pé esquerdo não estava bem e as pernas pareciam já estar desgastadas como se eu já tivesse percorrido 35 Km. Tal como a minha Mãe também o meu cunhado Quim como sempre acontece nas corridas que se disputam na Vila de Cascais estava no Km 15 já muito perto do Monte Estoril.

 

Entre os Kms 20 e 30 a crise das minhas pernas agravou-se muito e tive que reduzir substancialmente a velocidade, também foi no final destes kms que o calor apareceu em grande força, principalmente a partir do pontão de Caxias á Cruz Quebrada, cujo piso acabou com o que restava das minhas pernas.

 

Chegada ao Km 30 o objetivo era não parar até Algés no Km 32 onde estaria o tartaruga Fred à minha espera, mas afinal ele já estava no Km 31 apercebendo-se que algo me tinha acontecido, daí até aos 42km lá fomos a andar, a correr alguns metros!!!! e a conversar.

 

Ficou assim completa a minha 11ª Maratona a pior de todas, frustrante porque pensei que com aquilo que trabalhei seria tranquila, mas dos fracos não reza a história e caso esteja bem lá estarei daqui a 3 semanas no Porto para fazer esquecer esta participação menos conseguida, não pelo resultado, mas pelo facto de não ter corrido sempre ao longo dos 42km, sentindo-me bem esse era o grande objetivo.

 

Agradeço a minha Mãe, ao meu cunhado Quim, ao tartaruga Fred e à minha companheira todo o apoio que me deram e que tornou possível pelo menos chegar ao fim da Maratona.

[Crónica de Carlos Teixeira]

 

Atletas que concluiram a prova: 4672

Vencedor: ISSHIMAEL CHEMTAN (Qúenia) :2:10:49

 

CARLOS TEIXEIRA (Dorsal Nº 3057) 

Classificação Geral: 3436º - Classificação no Escalão M55: 210º

Tempo Oficial: 4:48:28/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 4:46:47

Tempo médio/Km: 6:48s  <=> Velocidade média: 8,83Km/h (*)

 

(*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados (tempo do chip)

 

Corridas do Mês de Outubro

  • 15 - Maratona de Lisboa (Cascais/Lisboa) - 42,195 Km
publicado por Carlos M Gonçalves às 15:53

link do post | comentar | favorito

CORRIDA SAMS QUADROS

De forma a dar continuidade à sua recuperação decidi marcar presença nesta corrida de 10 kms na zona ribeirinha de Lisboa. O Carlos Gonçalves continua no estaleiro em reparações e o Carlos Teixeira optou por prosseguir a sua preparação para a Maratona de Lisboa.

 

A manhã apresentou-se solarenga mas com uma temperatura amena.

 

Com partida pontual às 17:30 (boa opção dadas as condições meteorológicas dos últimos tempos) apresentaram-se à partida cerca de meio milhar de atletas a que acresceram cerca de mil participantes na caminhada.

 

O percurso não trouxe nada de novo face a muitas outras corridas na zona – partida em Belém em direção a Algés, com retorno até Alcantara e novo retorno até Belém.

 

A prova cumpriu os objectivos de retomar as corridas e a prestação foi a esperada.

[Crónica de Frederico Sousa]

 

Atletas que concluiram a prova: 512

Vencedor: DIOGO L RAMALHEIRA (DR_RUNS) :0:32:10

 

FREDERICO SOUSA (Dorsal Nº 254) 

Classificação Geral: 444º - Classificação no Escalão M5054: 63º

Tempo Oficial: 1:04:29/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 1:03:37

Tempo médio/Km: 6:22s  <=> Velocidade média: 9,43Km/h (*)

 

(*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados (tempo do chip)

 

Corridas do Mês de Setembro

  •   9 - Meia Maratona de S. João das Lampas - 21,0975 Km
  • 17 - Corrida da Linha 2017/Destak (Cascais/Carcavelos) - 10 Km
  • 24 - Corrida do Tejo (Lisboa/Oeiras) - 10 Km
  • 30 - Corrida SAMS Quadros - (Lisboa) - 10 Km

 

publicado por Carlos M Gonçalves às 15:42

link do post | comentar | favorito
Domingo, 1 de Outubro de 2017

CORRIDA DO TEJO

Foi há dez anos atrás que tudo começou quando eu e o Frederico participámos em 2008 na edição desse ano da corrida do Tejo cinco meses mais tarde em conjunto com o Carlos Gonçalves formaríamos os Lebres e Tartarugas.

 

Na véspera procurei no meu armário na zona das relíquias a T-Shirt com que corria há dez anos atrás e foi com ela vestida que no dia da prova me apresentei em casa do tartaruga Frederico.

 

Antes de caminhamos para a partida ainda houve tempo para confraternizar com o amigo Pedro Jordão que recentemente se iniciou na aventura do running.

 

A hora de início da prova a temperatura já era elevada mas apesar de tudo foi durante a mesma atenuada por uma suave brisa que se fazia sentir.

 

A partida estava dividida em blocos pelo que logo aí eu o Frederico e o Pedro Jordão nos separámos cada um para o respetivo local de arranque.

 

A grande novidade da corrida e que se saúda foi a partida por vagas, ao fim de tantos anos finalmente a organização fez esta alteração claramente necessária na corrida que em Portugal reúne o maior número de participantes.

 

O percurso foi o mesmo dos últimos dez anos, inundando a marginal de atletas a grande maioria com as T-Shirts amarelas da prova, por sinal muito bonitas.

 

Concluída a prova os dois Lebres e Tartarugas fizeram o caminho inverso de regresso o Carlos Teixeira a correr e o Frederico a andar e assim percorreram no total aproximadamente 20km.

[Crónica de Carlos Teixeira]

 

Atletas que concluiram a prova: 7628

Vencedor: JESUS ESPAÑA :0:30:38

 

CARLOS TEIXEIRA (Dorsal Nº 3180) 

Classificação Geral: 1376º - Classificação no Escalão V55: 65º

Tempo Oficial: 0:49:14/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:48:56

Tempo médio/Km: 4:54s  <=> Velocidade média: 12,26Km/h (*)

 

FREDERICO SOUSA (Dorsal Nº 3181) 

Classificação Geral: 5105º - Classificação no Escalão V50: 461º

Tempo Oficial: 1:06:04/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 1:05:08

Tempo médio/Km: 6:31s  <=> Velocidade média: 9,21Km/h (*)

 

(*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados (tempo do chip)

 

Corridas do Mês de Setembro

  •   9 - Meia Maratona de S. João das Lampas - 21,0975 Km
  • 17 - Corrida da Linha 2017/Destak (Cascais/Carcavelos) - 10 Km
  • 24 - Corrida do Tejo (Lisboa/Oeiras) - 10 Km
  • 30 - Corrida SAMS Quadros (Lisboa) - 10 Km
publicado por Carlos M Gonçalves às 23:13

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. MEIA MARATONA DOS DESCOBR...

. CORRE JAMOR

. CORRIDA DA ÁGUA

. MARATONA DO PORTO

. TRAIL DA REAL TAPADA

. CORRIDA DO MONTEPIO

. EDP Maratona de Lisboa

. Vodafone Meia Maratona de...

. Corrida ActivoBank/Clube ...

. CORRIDA FARMACÈUTICOS

.arquivos

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

.links

.subscrever feeds