Sábado, 26 de Junho de 2010

MARGINAL À NOITE - 2010 (19 de Junho)

A Marginal à Noite é um daqueles eventos desportivos em que a esmagadora maioria das pessoas não encara como uma prova para ganhar, para conseguir uma boa classificação ou um bom tempo. O sentimento que prevalece não é o de que "Eu vou correr a Marginal à Noite" mas sim o de que "Eu vou à MARGINAL À NOITE". Eu vou lá estar.

 

E foi com este espírito que os nossos atletas Frederico e Carlos Gonçalves decidiram à última hora inscrever-se nesta corrida. Inicialmente chegou a estar em cima da mesa esta participação, mas foi liminarmente rejeitada em virtude de menos de doze horas depois nos aguardar o Grande Prémio do Museu Nacional Ferroviário no Entroncamento. Em 2009 o Frederico lançou-se nesta aventura e desse facto se ressentiu quando na manhã seguinte as pernas lhe pesavam bastante.

 

Pois é. A "maluquice" por vezes fala mais alto do que a razão. E a forma física também é outra. Bastou um telefonema do Frederico para os dois atletas se auto-convencerem. Aliás não andaremos muito longe da verdade se dissermos que cada um deles só aguardava, e desejava, impacientemente que o outro desse o primeiro passo, digamos telefonema, para avançarem com a inscrição. Porque o SIM já pairava dentro das suas cabeças.

 

E lá foram com a companhia adicional de dois novos elementos estreantes nestas lides: Gonçalo Ribeirinho e Gonçalo Andrade e Sousa. Espera-se que neles tenha despertado o "bichinho" das Corridas e os vejamos de uma forma assídua a acompanhar as TARTARUGAS.

 

Como o grande objectivo deste fim de semana era a Corrida do Entroncamento as duas Tartarugas combinaram que nesta noite iriam apenas "correr por correr" sem grandes preocupações de marcas ou de classificações. Sim. Mas uma vez mais a racionalidade esteve afastada das mentes destas duas alminhas. Apesar de um início de corrida bastante calmo, um deles até quase chegou a andar para trás para fazer companhia ao outro, cedo as pernas começaram a comandar o corpo. É certo que os atletas estão num pico de forma e cedo se esqueceram que no dia seguinte teriam uma nova corrida e, muito importante, sem poderem usufruir do necessário tempo de recuperação. O ritmo foi de tal modo vivo que o Frederico, além de registar um bom ritmo de corrida (um dos melhores de sempre), foi mesmo a primeira Tartaruga a completar a prova.

 

Quanto à corrida em si pouco há a assinalar. Muita gente do princípio ao fim. Com um início muito compacto a principal preocupação dos atletas era o de evitar quedas, atropelos e choque com os pequenos pilaretes em plástico que formavam a divisória central da Marginal na zona de Santo Amaro de Oeiras.

 

Os dois estreantes - Gonçalo & Gonçalo - chegaram exaustos mas satisfeitos. Até já falavam em futuras participações. Quem sabe se não os econtraremos na Corrida das Fogueiras/Fogueirinhas em Peniche.

 

Atletas que concluiram a prova: 2895

Vencedor: Euclides Varela (Grupo Desportivo Unidos Caxienses) - Tempo Oficial:0:23:39

  

FREDERICO SOUSA

Classificação Geral: 1273º - Classificação no Escalão (M45): Não divulgada

Tempo Oficial: 0:42:44/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:41:32

Tempo médio/Km: 5m:12s  <=> Velocidade média: 11,56 Km/h (*)

  

CARLOS GONÇALVES

Classificação Geral: 1317º - Classificação no Escalão (M50): Não divulgada

Tempo Oficial: 0:43:03/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:41:53

Tempo médio/Km: 5m:14s  <=> Velocidade média: 11,46 Km/h (*)

 

GONÇALO RIBEIRINHO

Classificação Geral: 1273º - Classificação no Escalão (M45): Não divulgada

Tempo Oficial: 0:45:07/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:43:55

Tempo médio/Km: 5m:29s  <=> Velocidade média: 10,93 Km/h (*)

  

GONÇALO ANDRADE E SOUSA

Classificação Geral: 1842º - Classificação no Escalão (M50): Não divulgada

Tempo Oficial: 0:48:52/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:47:40

Tempo médio/Km: 5m:58s  <=> Velocidade média: 10,07 Km/h (*)

 

(*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados (tempo do chip)

 

 

Corridas para o mês de Junho

  • 6 de Junho - Corrida do Oriente (Lisboa)
  • 20 de Junho - Corrida do Entroncamento
  • 26 de Junho - Corrida das Fogueiras (Peniche)
publicado por Carlos M Gonçalves às 00:26

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 7 de Junho de 2010

9ª CORRIDA DO ORIENTE

E vão seis de seguida ... (Corridas entenda-se).

 

Um dos Atletas completou neste domingo o sexto Fim de Semana consecutivo de participações em corridas. Agora há que descansar nesta recta final da primeira fase do nosso Calendário de Provas 2010. Seguem-se as participações na Corrida Cidade do Entroncamento e na mítica e nocturna Corrida das Fogueiras em Peniche. A finalizar esta actividade intensa haverá ainda uma participação, logo na manhã seguinte, no Lisboa Bike Tour.

 

A Corrida do Oriente registou o regresso em força do "Trio de Ataque" das Tartarugas. E que regresso. Dois atletas pulverizaram os anteriores recordes quer na prova (Frederico e Carlos Catela) quer na distância (Frederico). Nada mau para que vem de uma lesão. Sinal de que está completamente recuperado. Só o Carlos Gonçalves ficou aquém dos máximos anteriormente conseguidos. Provavelmente o excesso de treino e de competição deixaram as suas marcas. E ... talvez não tenha encontrado LEBRES à altura.

 

Quanto à prova propriamente dita pouco há que assinalar. Muitos participantes, como já é hábito, percurso aparentemente fácil (praticamente todo ele foi plano) e igual ao do ano passado. Grande parte da corrida desenvolve-se em empedrado, com os altetas a sentirem a necessidade de procurar os passeios, bastante menos agrestes que o piso das ruas. Por outro lado as longas rectas tornam a corrida um pouco monótona. É, sem dúvida, um bom teste à Resistência Psicológica dos atletas.

 

Um vez mais fica a sensação que os quilómetros não são todos iguais. Quanto aos abastecimentos aqui se regista um dos pontos fortes da organização, o que infelizmente nem sempre acontece.

 

Para manter o interesse em edições futuras sugere-se a alteração do percurso. Bem sabemos que o grande objectivo será que toda a prova se desenvolva dentro do Parque das Nações. Mas há que puxar um bocadinho pela imaginação. Eventualmente até trocar o sentido de alguns dos troços.

 

Atletas que concluiram a prova: 1215

Vencedor: Hermano Ferreira (Maratona CP) - Tempo Oficial: 0:30:22

  

FREDERICO SOUSA

Classificação Geral: 960º- Classificação no Escalão (Vet2/M4549): 142º

Tempo Oficial: 0:57:43/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:57:23

MELHOR TEMPO INDIVIDUAL NESTA PROVA E NA DISTÂNCIA

Tempo médio/Km: 5m:44s  <=> Velocidade média: 10,46 Km/h (*)

 

 

CARLOS TEIXEIRA

Classificação Geral: 824º - Classificação no Escalão (Vet3/M5054): 127º

Tempo Oficial: 0:53:59/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:53:47

MELHOR TEMPO INDIVIDUAL NESTA PROVA

Tempo médio/Km: 5m:23s  <=> Velocidade média: 11,16 Km/h (*)

 

CARLOS GONÇALVES

Classificação Geral: 655º - Classificação no Escalão (Vet3/M5054): 105º

Tempo Oficial: 0:50:33/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:50:12

Tempo médio/Km: 5m:01s  <=> Velocidade média: 11,95Km/h (*)

 

(*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados (tempo do chip)

 

Corridas para o mês de Junho

  • 6 de Junho - Corrida do Oriente (Lisboa)
  • 20 de Junho - Corrida Cidade do Entroncamento
  • 26 de Junho - Corrida das Fogueiras (Peniche)
publicado por Carlos M Gonçalves às 20:51

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 2 de Junho de 2010

13 KM DO GUINCHO - Entre Serra e Mar

ESPECTACULAR, DIVINAL, ÉPICO!!!

 

Estes adjectivos traduzem o sentimento com que as Tartarugas presentes terminaram os 13 Km do Guincho.

 

Esta foi a nossa primeira incursão em provas "Off the Road". Depois desta participação nada ficará com dantes. De  tal maneira que os dois atletas concluiram, no regresso a casa, que têm de repensar a escolha futura das provas em que se inscreverão. Já em Outubro passado chegou a estar "em cima da mesa" a presença na CORRIDA DO MONGE. No entanto a dureza esperada assustou os atletas tendo desistido da ideia. Agora verificámos o que perdemos. Até porque, segundo a revelação de uma atleta, a Corrida do Monge foi menos dura que a de agora.

 

Ninguém duvida que as Corridas de Montanha, nomeadamente as que integram o CIRCUITO NACIONAL DE MONTANHA SALOMON, exigem um esforço acrescido e uma capacidade de sofrimento largos furos acima do das corridas de estrada. No entanto este esforço suplementar é largamente recompensado pelo meio envolvente e pelas condições em que se desenrolam estas provas.

 

Ao deixarmos o alcatrão e entrarmos na mata até parece que passamos para uma outra dimensão. Por momentos esquecemo-nos da civilização.

 

Em cada momento da corrida a concentração tem de ser total. A atenção ao piso é uma prioridade. Longe da regularidade do alcatrão é preciso ver onde colocamos os pés e onde estão os mais escondidos acidentes. Um simples erro pode provocar a mais aparatosa queda e, quem sabe, uma lesão mais grave. E há ainda que atender às constantes  mudanças de piso. Facilmente transitamos da terra para a areia, desta para troços pedregosos e com constantes degraus.

 

E depois também podem surgir surpresas como aquela subida em alcatrão depois de atravessarmos a estrada do Guincho, logo após o segundo abastecimento. Foi uma verdadeira "Parede de Escalada". Além de fortemente inclinada, pode-se dizer que era quase a "pique", era longa o suficiente para anular qualquer veleidade de ultrapassá-la em passo de corrida. Duvida-se mesmo que alguém tenha conseguido vencer este obstáculo sempre a correr. E mesmo a andar não foi fácil.

 

Após o quilómetro dez atinge-se o ponto mais alto da corrida iniciando-se a descida em direcção à meta. Mas todo o cuidado era pouco. Se os mais de três quilómetros a subir não foram fáceis a súbita e final descida também exigia um cuidado acrescido. Ao falar-se em "ponto alto" referimo-nos especifica e unicamente em termos de altitude. Sim, porque "PONTO ALTO" foi toda a prova.

 

Enfim terminámos a prova. O cansaço era grande. Extenuados os atletas ainda foram encontrar energias para o "sprint" final incitados pelas palmas e gritos do público presente.

 

Agora uma coisa é certa. Depois dos 13 KM do Guincho a cabeça ficou muito mais limpa. É por isto que vale a pena viver e não ficar na cama numa qualquer manhã de fim de semana.

 

O bichinho despertou as Tartarugas. Quem sabe se, doravante, o nosso Calendário de Provas não passará a ser maioritariamente constituído por Corridas de Montanha.

 

Foi uma experiência INESQUECÍVEL!!!

 

Atletas que concluiram a prova: 235

Vencedor: José Sousa(A.R.C. Águias de Alvelos) - Tempo Oficial:0:48:16

  

FREDERICO SOUSA

Classificação Geral: 220º - Classificação no Escalão (M45): 43º

Tempo Oficial: 1:41:04/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 1:40:56

Tempo médio/Km: 8m:18s  <=> Velocidade média: 7,23Km/h (*)

  

CARLOS GONÇALVES

 Classificação Geral: 152º - Classificação no Escalão (M50): 17º

Tempo Oficial: 1:21:23/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 1:21:17

Tempo médio/Km: 6m:41s  <=> Velocidade média: 8,98Km/h (*)

 

(*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados (tempo do chip)

 

 

Corridas para o mês de Junho

  • 6 de Junho - Corrida do Oriente (Lisboa)
  • 20 de Junho - Corrida do Entroncamento
  • 26 de Junho - Corrida das Fogueiras (Peniche) 
publicado por Carlos M Gonçalves às 00:11

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. MEIA MARATONA DOS DESCOBR...

. CORRE JAMOR

. CORRIDA DA ÁGUA

. MARATONA DO PORTO

. TRAIL DA REAL TAPADA

. CORRIDA DO MONTEPIO

. EDP Maratona de Lisboa

. Vodafone Meia Maratona de...

. Corrida ActivoBank/Clube ...

. CORRIDA FARMACÈUTICOS

.arquivos

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

.links

.subscrever feeds