Segunda-feira, 22 de Maio de 2017

LISBON ECO MARATHON

ECOMONSANTO – COMO SE ESTRAGA UMA PROVA

 

Mal se soube das alterações ao percurso de este ano da ecomonsanto o meu colega Carlos Gonçalves escreveu um email à organização desta prova afirmando que acabavam de estragar uma das mais bonitas provas do calendário de competições. O Carlos decidiu-se logo por não participar ainda para mais num fim de semana em que planeava participar nos 100 km de S.Mamede. Também o outro tartaruga Frederico Sousa resolveu não participar nesta competição, interrompeu-se assim um ciclo de 4 anos em que os três participamos na Ecomonsanto.

Após algumas semanas de reflexão acabei por me decidir a participar nesta prova apesar de como diz o Carlos Gonçalves ser mais um estradista que um atleta de trail.

Ao aproximar-se o dia da prova a minha grande preocupação foi o aumento das temperaturas que se ia agravando dia após dia e que se veio a tornar no dia da prova num dos principais inimigos dos atletas.

A primeira grande deceção no dia da prova foi o número muito reduzido de atletas seriam pouco mais de 100 ou menos dado que apenas 76 aparecem na classificação geral final da corrida, para este facto não será alheio o elevado custo das inscrições 42€ ou mais de acordo com as opções de cada atleta, a passagem da corrida da Noite para dia, a hora tardia a que a mesma se iniciou 9.15 (no mês de Maio a probabilidade de estar calor é muito grande) e o menor interesse do percurso com algumas passagens repetidas.

A partida foi dada pela madrinha da prova a atleta Ercília Machado nesse momento a temperatura era agradável e propícia a correr partindo os atletas a bom ritmo na direção da ciclovia onde se correram os primeiros 3 kms antes da entrada no Monsanto aí seguem-se 4 kms dos mais difíceis da prova, depois a partir dos 7kms passam-se alguns kms a descer muito agradáveis e sem grande dificuldade atingem-se os 10kms maioritariamente corridos em estrada. Depois dos 10 kms e até aos 37 km a prova disputa-se 90% em trail com algumas subidas bastante complicadas e a partir do km28 cerca das 12 horas no meu caso dois fatores começaram a afetar-me o cansaço e o calor. A parte final voltou a disputar-se na ciclovia aí já com um calor intenso e sem abastecimentos a organização que tinha estado muito bem nesse ponto até ao km31 mesmo comparativamente a edições anteriores, não proporcionou a partir daquele km mais nenhum ponto de abastecimento, pelo que ao calor e ao cansaço os atletas tiveram também que combater a sede.

Foi com grande alívio que cortei a linha de meta e registando mais uma falha na organização a prova não cumpriu a metragem de uma Maratona quedando-se por aproximadamente 41Km ou seja ainda pagamos mais do que um euro por Km.

Tenho sérias dúvidas que no próximo ano esta prova se realize mantendo os pressupostos de 2017, penso que a organização terá que refletir e no mínimo voltar a ideia de sucesso que norteou a criação desta prova, o Carlos Gonçalves tinha toda a razão quando em devido tempo alertou a organização.

[Crónica de Carlos Teixeira]

 

Atletas que concluiram a prova: 76

Vencedor: NUNO ANJOS (amigosdacorrida.com): 3:34:50

 

CARLOS TEIXEIRA (Dorsal Nº 76)

 

Classificação Geral: 69º - Classificação no Escalão M55: 6º

Tempo Oficial: 5:26:34/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 5:26:08

Tempo médio/Km: 7m:46s  <=> Velocidade média: 7,73Km/h (*)

 

(*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados (tempo do chip)

 

Calendário do Mês de Maio

  • 1 - Corrida do 1º de Maio (Lisboa) - 15 Km
  • 21 - Lisbon Eco Marathon (Lisboa) - 42,195 Km
publicado por Carlos M Gonçalves às 22:55

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. MEIA MARATONA DE S. JOÃO ...

. CORRIDA DOS MOINHOS DE PE...

. REGRESSO ÀS AREIAS

. PALMELA RUN

. CORRIDA DO SPORTING

. Corrida das Fogueiras – O...

. CORRIDA DO ORIENTE - Mant...

. CORRIDA DE SANTO ANTÓNIO

. CORRIDA DE BELÉM

. LISBON ECO MARATHON

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

.links

.subscrever feeds