Quinta-feira, 15 de Dezembro de 2016

GRANDE PRÉMIO DE NATAL

Longe vai o dia 20 de Dezembro de 2009 quando, no seu primeiro ano de actividade enquanto equipa, os três atletas fundadores das LEBRES E TARTARUGAS participaram pela primeira vez no Grande Prémio de Natal.

 

Ainda está bem gravada na nossa memória a tremenda desorganização desta corrida cuja meta estava colocada na Praça dos Restauradores, mas já em sentido ascendente em direcção ao Marquês de Pombal. Fruto da existência de um estrangulamento logo a seguir à meta o monumental “engarrafamento” estendeu-se bem para trás prejudicando o desempenho dos vários atletas.

 

De imediato a nossa equipa decidiu, por unanimidade, não voltar no ano seguinte a esta prova.

 

Mas, por vezes, o coração suplanta a razão. Deste modo, e depois do interregno de um ano, a equipa das LEBRES E TARTARUGAS decidiu arriscar de novo a participação no Grande Prémio de Natal, na esperança de que os erros antes cometidos tivessem sido resolvidos. E foram, pelo menos no que respeita ao final da prova.

 

Em 2011, afastados os “fantasmas do passado”, regressamos ao mesmo palco e sem grandes problemas. Mas, e como também registaríamos no ano seguinte, os atletas que se abalançaram aos dez quilómetros tiveram direito a um desconto de dez por cento na distância. No final foram nove mil metros, prenunciando a época de saldos “natalícios”.

 

Após novo interregno voltamos em 2013 ao Grande Prémio de Natal, desta vez já com um novo figurino sendo a partida feita junto às instalações da antiga Feira Popular de Lisboa.

 

O Grande Prémio de Natal, atendendo à época em que se realiza, e percorrendo o principal eixo viário da cidade de Lisboa, assume o seu papel de prova emblemática.

 

Por isso os atletas das LEBRES E TARTARUGAS voltaram a emprestar o seu nome a esta corrida. Frederico, Pedro e os dois Carlos voltaram a encontrar-se numa manhã de Dezembro para correrem em equipa a edição de 2016 do Grande Prémio de Natal.

 

Partiram de casa do Frederico rumo a Lisboa tendo como primeira preocupação estacionarem o carro o mais perto possível da zona da Meta e a tempo de apanharem o Metro até ao Centro Comercial do Colombo.

 

A Partida estava instalada junto ao Hospital da Luz, no mesmo local escolhido pela Corrida do SLB.

 

À falta da nossa Treinadora tivemos de recorrer a umas simpáticas atletas para nos tirarem a habitual fotografia de grupo.

IMG_0158.JPG

Não sabemos se foi por estarmos em dia de “dérbi” Lisboeta ou apenas por simples coincidência, mas o que fica para a história é que os atletas tiveram de passar perto quer do Estádio do Benfica quer muito perto do Estádio de Alvalade. A partir deste ponto segue-se um percurso já muito bem conhecido das provas que se realizam na cidade de Lisboa. Desde o Campo Grande temos os nossos conhecidos túneis que nos levam até à Praça Duque de Saldanha, ponto altimétrico mais alto do percurso, e sucedendo-se a corrida vertiginosa rumo à meta, sempre a descer ao longo das Avenidas Fontes Pereira de Melo e da Liberdade e com passagem pelo Marquês de Pombal.

 

A marca dos nove quilómetros avisa que o fim está próximo. Mas, nesta fase, os atletas não dão descanso às suas pernas. Antes pelo contrário, pois tentam recuperar definitivamente o atraso a que foram obrigados nos primeiros três quilómetros ao longo dos quais a aglomeração de corredoras e de corredores era grande.

 

Cada um, à vez, os representantes das LEBRES E TARTARUGAS vão terminando a sua corrida, todos eles bastante satisfeitos com a sua prestação.

 

Já em período de descanso há que vencer a exigente subida do Elevador da Glória até chegar ao local onde uma hora e meia antes tínhamos parqueado o nosso carro.

 

Voltamos à “Casa da Partida”, algures na Rua Paulo da Gama onde, por volta das nove e quinze da manhã, se tinha dado o encontro da equipa das LEBRES E TARTARUGAS.

 

Para fechar o ano resta-nos a Corrida São Silvestre de Lisboa onde vão estar novamente em acção estes quatro magníficos corredores.

 

Atletas que concluiram a prova: 4684

Vencedor: HÉLIO GOMES (Sporting CP) - 0:28:35

 

CARLOS GONÇALVES (Dorsal Nº3026)

Classificação Geral: 1952º - Classificação no Escalão M VET 50-55-60: ND

Tempo Tempo Oficial: 0:51:29/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:48:04

Tempo médio/Km: 4m:48s  <=> Velocidade média: 12,48 Km/h (*)

 

CARLOS TEIXEIRA (Dorsal Nº3045)

Classificação Geral: 1579º - Classificação no Escalão M VET 50-55-60: ND

Tempo Tempo Oficial: 0:49:25/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:46:01

Tempo médio/Km: 4m:36s  <=> Velocidade média: 13,04 Km/h (*)

 

FREDERICO SOUSA (Dorsal Nº3216)

Classificação Geral: 3594º - Classificação no Escalão M VET 50-55-60: ND

Tempo Tempo Oficial: 1:01:22/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:57:58

Tempo médio/Km: 5m:48s  <=> Velocidade média: 10,35 Km/h (*)

 

PEDRO ANTUNES (Dorsal Nº3882)

Classificação Geral: 4144º - Classificação no Escalão M Séniores: ND

Tempo Tempo Oficial: 1:07:53/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 1:04:28

Tempo médio/Km: 6m:27s  <=> Velocidade média: 9,31 Km/h (*)

 

(*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados (tempo do chip)

 

Calendário do Mês de Dezembro

  • 4 - Meia Maratona dos Descobrimentos (Lisboa) - 21,0975 Km
  • 11 - Grande Prémio do Natal (Lisboa) - 10 Km
  • 31 - Corrida São Silvestre (Lisboa) - 10 Km
publicado por Carlos M Gonçalves às 22:01

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. CORRIDA DO TEJO

. CORRIDA DA LINHA

. MEIA MARATONA DE S. JOÃO ...

. CORRIDA DOS MOINHOS DE PE...

. REGRESSO ÀS AREIAS

. PALMELA RUN

. CORRIDA DO SPORTING

. Corrida das Fogueiras – O...

. CORRIDA DO ORIENTE - Mant...

. CORRIDA DE SANTO ANTÓNIO

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

.links

.subscrever feeds