Terça-feira, 10 de Março de 2015

CORRIDA DAS LEZÍRIAS

100 Corridas.png

Finalmente o bom tempo regressou deixando no ar um perfume a Primavera que, contudo, só está agendada para de aqui a algumas semanas, duas para se ser mais exacto. Não é que este tenha sido um inverno muito rigoroso. Muita chuva principalmente em Setembro e Outubro. Algum frio, já mais recentemente, mas sem a intensidade e a duração de outros anos. No entanto os atletas já ansiavam por dias mais amenos e ensolarados. E tem sido hábito, salvo algumas excepções, que a Corrida das Lezírias se realize debaixo de um Sol já um pouco ameaçador principalmente para esta altura do ano. É bom para uns, normalmente poucos, aterrorizador para outros, a maioria,  e MUITO BOM para o Carlos Gonçalves.

 

O principal atractivo desta prova é o facto de se disputar maioritariamente nos caminhos da lezíria ribatejana, longe do rebuliço e da poluição urbanas. E na edição deste ano a organização optou, e muito bem, por recuperar o percurso antigo com um troço ao longo do rio Tejo.

 

Muitos são os atletas que anualmente se deslocam nesta altura a Vila Franca de Xira para participar na Corrida das Lezírias. Esta é, seguramente, uma das provas que parecem ter passado imunes à tão propalada e odiada crise económica, continuando a merecer a preferência dos mais “habitués” nestas andanças.

 

Depois de no fim-de-semana passado o atleta Frederico ter carregado sozinho sobre os seus ombros com o peso das LEBRES E TARTARUGAS, desta vez a tarefa ficou divida pelos dois Carlos. Por um lado sentimos alguma pena pela ausência do outro colega. Mas por outro ainda bem que assim aconteceu, principalmente para ele, pois certamente iria destilar, e bem sofrer, com o calor que se fez sentir.

 

À hora marcada inicia-se a corrida. Muita confusão e muita atenção para evitar os indesejáveis atropelos. Desta vez os dois Tartarugas optaram por um início mais calmo percorrendo os primeiros quilómetros em ritmo de aquecimento. Lá mais para a frente teríamos oportunidade para entrar noutras loucuras. Na subida para a Ponte Marechal Carmona, a mais antiga travessia do Tejo às portas de Lisboa, começam as primeiras ultrapassagens e é aqui que, pode-se dizer, começa verdadeiramente a corrida competitiva.

 

Já em plena lezíria adquirimos o verdadeiro ritmo mais consentâneo com as aspirações e com as capacidades disponíveis de momento. Não parece mas até ao quilómetro seis é sempre a subir. Neste ponto temos o primeiro, e já bem-vindo, abastecimento de água. Há muito tempo que não sentíamos tanta sede e, por consequência, tanta necessidade de refrescar as nossas gargantas. Numa fase em que o calor já começava a apertar foi bom correr num ambiente um pouco mais fresco. Foram pouco mais de três quilómetros tendo por companhia, à nossa esquerda, o rio Tejo. Numa fase decisiva da corrida conseguimos recuperar algumas energias e algum ânimo para os últimos três quilómetros e meio que se iriam disputar já em estrada. O último grande obstáculo é a subida da Ponte Marechal Carmona. De aí para a frente será sempre a descer ou em plano. Mas não se pense que terminaram as nossas dificuldades. O último quilómetro e meio, apesar de plano, é percorrido sobre um empedrado que dificulta a nossa passagem. Ultrapassada a marca dos quinze quilómetros começamos a vislumbrar o derradeiro troço até à meta. Um último esforço, um último fôlego, uma última ultrapassagem. Estavam cumpridos os quinze quilómetros e meio da Corrida das Lezírias. Não é uma corrida com grandes histórias para contar. Mas é uma prova que, a cada ano que passa, não queremos perder.

 

Atletas que concluiram a prova: 1655

Vencedor: BRUNO LOURENÇO (Sporting CP) - 0:51:30

 

CARLOS TEIXEIRA (Dorsal Nº1560)

Classificação Geral: 790º-Classificação no Escalão M5054: 79º

Tempo Oficial: 1:19:27/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 1:18:45

Tempo médio/Km: 5m:05s <=> Velocidade média: 11,81 Km/h(*)

 

CARLOS GONÇALVES (Dorsal Nº1561)

Classificação Geral: 712º-Classificação no Escalão M5054: 51º

Tempo Oficial: 1:18:15/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 1:17:32

Tempo médio/Km: 5m:00s <=> Velocidade média: 11,99 Km/h(*)

 

Corridas do Mês de Março

  • 1 - Corrida da Árvore (Lisboa/Serra de Mosnanto) - 10 Km
  • 8 - Corrida das Lezírias (V. F. de Xira) -15,5 Km
  • 15 - Trail da Barreira (Barreira/Leiria) - 25 Km
  • 22 - Meia Maratona de Lisboa - 21,0975 Km
  • 29 - 12 KM de Salvaterra de Magos
publicado por Carlos M Gonçalves às 22:49

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. CORRIDA DAS CASTANHAS

. MARATONA DO PORTO

. 20 KMS DE ALMEIRIM

. CORRIDA DO MONTEPIO

. MARATONA DE LISBOA

. CORRIDA SAMS QUADROS

. CORRIDA DO TEJO

. CORRIDA DA LINHA

. MEIA MARATONA DE S. JOÃO ...

. CORRIDA DOS MOINHOS DE PE...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

.links

.subscrever feeds