Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

CORRIDA DA ÁGUA - Corrida da Pouca Água

100 Corridas.png

Desde a Lisbon Eco Marathon, realizada no início do Verão de 2014, que os três Fundadores das LEBRES E TARTARUGAS não disputavam uma corrida em conjunto. Desta vez não só voltaram em grupo como ainda se fizeram representar com dois reforços. Um de última hora, o João Valério, e outro, a Catarina Santos, já repetente e que vestiu a camisola das LEBRES E TARTARUGAS na Corrida do Tejo. A Catarina tem um peso extra nos seus ombros já que representa um rejuvenescimento da equipa e que, em face dos resultados obtidos e sem qualquer preparação especial, já se intromete no meio dos três amigos mais velhos. Aguardamos ansiosamente o momento em que a Catarina venha a ser o elemento mais bem classificado numa qualquer prova em que participemos. Nessa altura poderemos afirmar que a Catarina é o futuro e a figura de proa da nossa equipa. Para já não lhe falta entusiasmo.

 

A Corrida da Água é uma daquelas provas que, em termos de cenário envolvente, começa e acaba bem. Pelo meio temos a maior parte da corrida a desenvolver-se em alcatrão. Todavia pensamos que a organização não terá grande dificuldade em arranjar um percurso de dez quilómetros e integralmente no seio da Serra de Monsanto. A Lisbon Eco Marathon já provou que tal é possível. É certo que a passagem obrigatória pelo Aqueduto das Águas Livres, ponto alto e talvez o maior motivo de interesse que leva muitos atletas a inscreverem-se nesta corrida, constrange a definição do percurso já que uma das entradas está localizada fora da Serra de Monsanto, no alto de Campolide. Isto obriga a que uma parte da corrida se realize em estrada. E porque não atravessar o Aqueduto duas vezes, entrando e saindo directamente na Serra de Monsanto? Será por uma questão de autorização da EPAL ou apenas decorrente de exigências em termos de segurança?

 

Sendo uma corrida pouco plana, mesmo a ciclovia entre Pina Manique e Campolide é em “sobe e desce”, permite mesmo assim a obtenção de tempos muito próximos dos conseguidos nas habituais provas de dez quilómetros em estrada. Mesmo a longa subida da Rua de Campolide (este ano pareceu mais longa e mais inclinada ???) não deitou por terra as ambições dos atletas mais preocupados com o cronómetro.

 

Numa prova de dez quilómetros em estrada é habitual haver um único abastecimento de água. E assim aconteceu neste caso. A organização decidiu manter a localização dos anos anteriores junto aos Pupilos do Exército. Mas como este abastecimento estava colocado numa zona estrangulada os atletas voltaram a passar por algumas, para não dizer grandes, dificuldades em recolher uma garrafinha do tão precioso líquido levando-os a tropeçarem uns nos outros. Como não estava muito calor talvez muitos deles tenham mesmo dispensado aquela confusão e seguiram até à meta sem qualquer reforço líquido.

 

Deixamos para trás o Aqueduto das Águas Livres e reentramos na mata de Monsanto. A pouco menos de um quilómetro teremos a linha de chegada. Para surpresa, principalmente dos estreantes, somos presenteados com um peça de fruta e com uma mísera garrafa de 0,20l de água. Para uma prova que tinha como mote a água, esse bem tão precioso e cada vez mais escasso na Natureza, podemos voltar a afirmar que a Corrida da Água foi, uma vez mais, a "Corrida da Pouca Água". Não se percebe este tipo de decisões.

 

Mas, apesar de tudo, valeu a pena. O tempo estava agradável e convidativo a uma manhã de lazer na Serra de Monsanto. E o ambiente foi de festa como é habitual quando à prova principal se junta uma Caminhada para os restantes familiares e amigos que ainda não se sentem em condições , ou mesmo atraídos, pela Corrida.

 

Atletas que concluiram a prova: 837

Vencedor: AMÉRICO L G PEREIRA (C Benfica Alg Mem Martins): 0:34:14

 

CATARINA SANTOS (Dorsal Nº697)

Classificação Geral: 483º - Classificação no Escalão F0034: 22º

Tempo Oficial: 0:57:21/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:56:55

Tempo médio/Km: 5m:41s  <=> Velocidade média: 10,54Km/h (*)

 

JOÃO VALÉRIO (Dorsal Nº698)

Classificação Geral: 608º - Classificação no Escalão M6064: 49º

Tempo Oficial: 1:01:49/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 1:01:23

Tempo médio/Km: 6m:08s  <=> Velocidade média: 9,77Km/h (*)

 

FREDERICO SOUSA (Dorsal Nº694)

Classificação Geral: 626º - Classificação no Escalão M5054: 60º

Tempo Oficial: 1:02:26/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 1:02:00

Tempo médio/Km: 6m:12s  <=> Velocidade média: 9,68Km/h (*)

 

CARLOS TEIXEIRA (Dorsal Nº695)

Classificação Geral: 173º - Classificação no Escalão M5054: 20º

Tempo Oficial: 0:47:19/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:46:53

Tempo médio/Km: 4m:41s  <=> Velocidade média: 12,80Km/h (*)

 

CARLOS GONÇALVES (Dorsal Nº696)

Classificação Geral: 227º - Classificação no Escalão M5559: 15º

Tempo Oficial: 0:49:21/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 0:48:55

Tempo médio/Km: 4m:54s  <=> Velocidade média: 12,27Km/h (*)

 

(*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados (tempo do chip)

 

Calendário para o Mês de Outubro

  • 5 - Maratona de Lisboa (Cascais/Lisboa) - 42,195 Km
  • 12 - Corrida do Sporting (Lisboa) - 10 Km
  • 19 - Corrida da Água (Lisboa) - 10 Km
  • 26 - Corrida do Montepio (Lisboa) - 10 Km
publicado por Carlos M Gonçalves às 00:19

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. CORRIDA DAS CASTANHAS

. MARATONA DO PORTO

. 20 KMS DE ALMEIRIM

. CORRIDA DO MONTEPIO

. MARATONA DE LISBOA

. CORRIDA SAMS QUADROS

. CORRIDA DO TEJO

. CORRIDA DA LINHA

. MEIA MARATONA DE S. JOÃO ...

. CORRIDA DOS MOINHOS DE PE...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

.links

.subscrever feeds