Domingo, 6 de Julho de 2014

1º TRAIL "SERRA E MAR" DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE COLARES

A estratégia das LEBRES E TARTARUGAS passa actualmente pela busca de novas emoções e de novos ambientes, sem descurar o máximo prazer dos seus atletas nesta sua vertente de puro lazer.

 

Com o estradista Carlos Catela em fase de pré-estágio para os Jogos Olímpicos da Allianz, a realizar em Julho próximo na Suíça, e onde irá participar na Meia Maratona e numa corrida de cinco quilómetros, os nossos dois “trailistas” abalançaram-se a uma nova prova com a inscrição na primeira edição do Trail Serra e Mar, organizado pelos Bombeiros Voluntários de Colares.

 

A Serra de Sintra já é nossa conhecida, quer pela Corrida do Guincho e pela Corrida do Monge, quer pelo Grande Prémio do Fim da Europa. Se esta última é, por muitos, considerada como uma das mais belas corridas realizadas em Portugal, agora encontrámos uma prova que poderemos, com alguma propriedade, apelidar como uma das mais fantásticas corridas de montanha que se disputam no nosso País e na qual participámos. O cenário da Serra de Sintra já é de si mítico e místico. E, ao partirmos ao final da tarde ao encontro do “pôr-do-sol” tendo como cenário o Cabo da Roca, temos um “cocktail” maravilhoso para que possamos considerar esta aventura como inesquecível.

 

Em Torres Vedras, no Trail dos Cucos, não arriscámos no desconhecido ficando-nos pela opção mais curta. Desta vez atirámo-nos de cabeça aos vinte quilómetros do Trail “Serra e Mar”. E na realidade não foram vinte mas sim vinte e um quilómetros. E assim, no curto espaço de tempo de uma semana, o Frederico e o Carlos Gonçalves percorreram, em ambiente de montanha, nada mais nada menos do que sessenta e três quilómetros. Nada mau para quem ainda há pouco mais de três anos ambicionava, remotamente, a fazer uma “simples maratona de estrada”. A vida tem destas surpresas.

 

Marcado para o final da tarde o 1ºTrail “Serra e Mar” alimentava a ideia de podermos cumprir uma parte da corrida já de noite. Por isso os nossos atletas, e alguns outros também já experientes nestas andanças, fizeram-se acompanhar de uma luz frontal não fosse o caso da noite cair com os corredores em plena actividade. Neste ponto consideramos que houve uma falha da organização ao não exigir aos participantes uma lanterna como equipamento obrigatório. E até vimos mesmo alguns mais atrasados chegarem a Colares já de noite.

 

Consciente deste perigo quando nos deslocávamos de Lisboa para Colares o Frederico verificou que se tinha esquecido do seu frontal de iluminação. Assim só teve de ir à primeira loja dos chineses e adquirir uma lanterna. E por apenas três euros e meio comprou uma luz para colocar na cabeça, já com as pilhas incluídas. Por sorte chegou ainda de dia sem ter oportunidade de atestar a qualidade do equipamento que tinha adquirido.

 

Pelas informações disponibilizadas pela organização o perfil altimétrico apresentava-nos uma corrida com características semelhantes ao Grande Prémio do Fim da Europa. Os primeiros seis quilómetros eram maioritariamente sempre a subir. Atingido o ponto mais alto, perto da zona do Monge, teríamos um restante percurso com pendente negativa, isto é, sempre a descer. A última dificuldade consistia numa descida rochosa e bastante perigosa antes da Praia da Ursa onde todo o cuidado era pouco. E para quem sofre de vertigens tínhamos naquele ponto uma experiência inolvidável, principalmente pelos maus motivos. Terminado o precipício esperava-nos uma escalada igualmente difícil. Como confessou o Frederico no final “borrou-se” todo naquela descida. Mas nem mesmo assim virou costas à aventura. No seu ritmo ultrapassou estes dois grandes obstáculos e concluiu a prova ainda de dia e com vontade de voltar em 2015. Só lhe arrefeceu o entusiasmo para participar nos 55 quilómetros do Ultra Trail Monte da Lua.

 

O Carlos Gonçalves, mais atrevido nas descidas e nos percursos mais técnicos, espalhou-se ao comprido numa recta com alguns pedregulhos bem escondidos. Como a sua primeira preocupação foi proteger o relógio de corrida abriu um lenho de alguns centímetros na sua mão esquerda. Com o sangue a sair com alguma intensidade valeu-lhe ter de vencer alguns desníveis quase de gatas pelo que a terra que se colou à ferida estancou-a em breves minutos. Só no final é que se preocupou com este incidente quando se dirigiu a um bombeiro colocado junto à meta para finalmente tratar do seu ferimento. Mas antes uma ferida do que uma doença. É este o nosso lema.

 

Muitas caras conhecidas, “habitués” sempre que surge uma novidade, com destaque para a sempre eterna e presente ANALICE.

 

Contra a nossa ideia afinal voltaremos lá mais para a frente a este cenário. O Ultra Trail do Monte da Lua vai ter de aguentar com a nossa inscrição.

 

Cada vez mais nos viramos para as provas de montanha. São mais originais, mais diferentes e, acima de tudo, mais divertidas. Com ou sem quedas, com ou sem vertigens nas descidas de cortar a respiração.

 

Atletas que concluiram a prova: 122

Vencedor: JOÃO GINJA (Rail Runners): 1:47:57

 

FREDERICO SOUSA  Dorsal Nº143)

Classificação Geral: 111º - Classificação no Escalão M50: ND

Tempo Oficial: 3:29:40/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 3:29:34

Tempo médio/Km: 9m:59s  <=> Velocidade média: 6,01Km/h (*)

 

CARLOS GONÇALVES (Dorsal Nº´144)

Classificação Geral: 95º - Classificação no Escalão M55: ND

Tempo Oficial: 3:04:10/Tempo Cronometrado (Tempo do Chip): 3:04:04

Tempo médio/Km: 8m:46s  <=> Velocidade média: 6,85Km/h (*) 

 

(*) - O Tempo médio/Km e a Velocidade média foram calculados em função dos tempos cronometrados (tempo do chip)

 

Corridas do Mês de Junho 

  • 1 - Corrida do Oriente (Lisboa) - 10 Km
  • 7 - Bes Run Challenge (Lisboa) - 10 Km
  • 10 - Extreme Run Trail Cucos (Torres Vedras) - 12 Km
  • 21 - Lisbon Eco Marathon (Lisboa/Monsanto) - 42,195 Km
  • 28 - 1º Trail Serra e Mar (Colares) - 20 Km

Calendário para o Mês de Julho 

  • 19- Ultra Trail Sintra - Monte da Lua (Sintra/Praia das Maçãs) - 25 Km/55 Km
publicado por Carlos M Gonçalves às 02:16

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. CORRIDA DAS CASTANHAS

. MARATONA DO PORTO

. 20 KMS DE ALMEIRIM

. CORRIDA DO MONTEPIO

. MARATONA DE LISBOA

. CORRIDA SAMS QUADROS

. CORRIDA DO TEJO

. CORRIDA DA LINHA

. MEIA MARATONA DE S. JOÃO ...

. CORRIDA DOS MOINHOS DE PE...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

.links

.subscrever feeds